Prefeitura de Vinhedo

Meio ambiente e urbanismo

+ notícias

07/05/2009 – Prefeito acompanha trabalho de pesquisa do IAC em propriedade rural de Vinhedo

O prefeito Milton Serafim acompanhou na manhã da última quarta-feira, dia 6, o início do trabalho de pesquisa realizado pelo IAC – Instituto Agronômico de Campinas, em parceria com a Avivi – Associação dos Vitivinicultores de Vinhedo – para monitorar o desenvolvimento da uva Shiraz, que será colhida no inverno, destinada à produção de vinhos finos de qualidade.
O local escolhido pelos pesquisadores científicos do IAC, José Luiz Hernandes, Mario José Pedro Junior e Antonio Odair Santos, foi a propriedade rural de Antonio José Benvegnú (Zé da Pinta).
Foram instaladas duas estações meteorológicas automáticas para monitoramento das condições microclimáticas dentro e fora da cobertura da uva. “Serão monitoradas as temperaturas máximas, mínimas e médias diárias, chuva, umidade relativa do ar, molhamento foliar, por chuva e orvalho e a raidação solar de cada ambiente, até a colheita, para tentar verificar a influência destas variáveis no desenvolvimento e principalmente na maturação das uvas e, consequentemente, na qualidade do vinho produzido no município, explicou o presidente da Avivi, Adilton Amatto, que também acompanhou o início do processo.
A partir do início da maturação será acompanhada semanalmente a evolução da concentração de açúcar. Na colheita será realizada uma análise completa do mosto. Em seguida, será feita uma análise química e sensorial do vinho produzido, visando caracteriza-lo para que seja criada uma identidade do produto local. “As informações irão ajudar no desenvolvimento da cadeia vitivinícola tanto para quem já produz como para novos empreendimentos”, destacou o pesquisador Hernandes.
A uva Shyrah se destaca pela qualidade dos vinhos elaborados, principalmente na França e em outras regiões do mundo, como Austrália.
O prefeito Milton Serafim ressalta que o trabalho de pesquisa do IAC e da Avivi é muito importante para melhorias na qualidade da uva e do vinho produzidos no município. “A uva faz parte da história de Vinhedo. Trabalharemos para valorizar, cada vez mais, o trabalho dos produtores rurais do município”, comentou Serafim.

Implantação de mudas Shiraz e cobertura plástica

O projeto piloto da Avivi de implantação de uvas finas e cobertura plástica nos vinhedos do município foi desenvolvido em sete propriedades rurais, dos produtores Antonio José Bevegnú, Adilson Amatto, Carlos Ferragut, Paulo Storani Neto, Carlos Gomes, Célio Campovilla, Samuel e Marilda Tellini.
Segundo explicou o presidente da Avivi, o trabalho de cobertura é realizado somente nas ruas das uvas, como um chapéu, possibilitando, assim, que a chuva e o orvalho não atinjam as folhas, somente o solo. “É uma proteção para as folhas e para os cachos da videira. Este processo é chamado de Cultivo Protegido por Plasticultura. O sistema propicia um cultivo mais orgânico, importante para a saúde das pessoas e para preservação do meio ambiente”, destacou Amatto.
As coberturas plásticas nas ruas de uva funcionam como um eliminador da podridão nos cachos, principalmente das uvas finas para vinhos, que são muito mais sensíveis. Com as coberturas é eliminada a incidência de umidade no parreiral, propiciando um cacho de uva mais seco e com mais sanidade, além de poder obter mais brix (concentração de açúcar que se transformará em álcool) e posteriormente um vinho mais concentrado, com melhor estrutura de cor, sabor e aroma.