Prefeitura de Vinhedo

  • Saúde

    + Notícias

    Prefeitura aguarda esclarecimentos do Ministério da Saúde sobre vacinação da febre amarela

    A Prefeitura de Vinhedo foi inserida na última sexta-feira, 7, pelo Ministério da Saúde, conforme noticiado na mídia, em uma lista como ‘área com recomendação temporária de vacinação’ contra a febre amarela. A cidade está também em outra lista do mesmo órgão, que é a de ‘área sem recomendação de vacina’. A Administração Municipal solicitou esclarecimento do Ministério da Saúde e aguarda um posicionamento, já que não recebeu nenhuma notificação a respeito.

    Em busca de mais informações, ainda na sexta-feira, 7, quando a lista foi divulgada, a Prefeitura entrou em contato com o Grupo de Vigilância Epidemiológica – 17 (da região à qual Vinhedo faz parte) da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que é quem repassa os dados do município para o Governo Federal, para saber o motivo da inclusão.

    O Estado foi taxativo ao informar, em resposta enviada neste domingo, 9, que “neste momento Vinhedo ainda não entrou como área de recomendação visto que vocês não fazem divisa com município afetado. Qualquer mudança na atual situação epidemiológica, vocês serão avisados imediatamente”, consta na resposta da Secretaria de Saúde do Estado.

    Vale destacar que a classificação de área com indicação de vacina se aplica a locais que registraram caso positivo de febre amarela em macacos ou em humanos na cidade, ou em cidades vizinhas, o que ainda não foi registrado em Vinhedo.

    Desta forma, Vinhedo segue vacinando conforme o protocolo de cidade sem indicação de vacina, ou seja, para quem vai para cidades com indicação de vacina e para quem viajará para o exterior. Por mais que o município solicite o aumento das doses, o quantitativo e a periodicidade do envio são determinados pelo Estado. Nesta segunda-feira, 10, por exemplo, foram disponibilizadas 180 doses, que se esgotaram em poucas horas.