Prefeitura de Vinhedo

  • Prefeito

    + Notícias

    Prefeito Jaime Cruz sanciona lei que cria o Dia Municipal do Parkinsoniano

    IMG_6924

    Na manhã desta terça-feira, 16, o prefeito Jaime Cruz sancionou a Lei Municipal 3.755/2017, que institui no calendário oficial de Vinhedo o Dia Municipal do Parkinsoniano. Na ocasião, o prefeito recebeu em seu gabinete o vereador Márcio Melle, autor do projeto que deu origem à legislação.

    “É uma iniciativa muito importante. A data será importante para conscientizar a população, até para que se tenha mais conhecimento sobre a doença”, comentou o prefeito Jaime Cruz.

    O projeto foi aprovado por unanimidade pelo Legislativo em abril. O Dia Municipal do Parkinsoniano será lembrado sempre em 4 de abril, data em que foi instituído o Dia Nacional do Parkinsoniano. Na ocasião, deverão ser realizados eventos alusivos à doença. O objetivo é conscientizar e alertar a sociedade sobre o Mal de Parkinson e as demais doenças parkinsonianas.

    A legislação prevê que o município poderá firmar convênios ou parcerias com empresas privadas para obtenção de recursos e materiais para realização de eventos para a conscientização da sociedade.

    “O Dia Municipal do Parkinsoniano também ajudará a disseminar informações corretas sobre os avanços no tratamento que a doença obteve ao longo dos anos. Hoje em dia, existem alternativas que ajudam a duplicar a expectativa de vida das pessoas que sofrem com este mal”, comentou Márcio Melle.

     

    A doença

    O Mal de Parkinson é considerado a doença mais comum entre as pessoas que já atingiram a terceira idade (a partir dos 60 anos). Sua principal característica está relacionada a problemas musculares do indivíduo. Entre os principais sintomas estão os tremores involuntários, a rigidez corporal, a instabilidade de postura e a lentidão de movimentos.

    Aproximadamente 1% da população mundial com mais de 65 anos tem a doença, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ainda não existe uma resposta definitiva sobre os motivos que levam ao desenvolvimento da doença de Parkinson, mas alguns estudiosos acreditam que fatores hereditários e ambientais estejam envolvidos.