Prefeitura de Vinhedo

  • Regime Estatutário:

    perguntas e respostas
  • Saúde

    + Notícias

    Campanha de vacinação contra a gripe segue até o dia 23 e inclui também moradores de 55 a 59 anos

    Conforme orientação passada pelo Estado, a Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Saúde, seguirá com a campanha de vacinação contra a gripe, destinada ao grupo prioritário, até o próximo dia 23, sexta-feira. O grupo prioritário agora inclui também os moradores com idade de 55 a 59 anos.

    O objetivo do Ministério da Saúde é que todos os municípios atinjam a meta de imunizar 90% do público alvo da campanha, já que a média no país até a última quarta-feira era de 60,5%.

    A imunização teve início na segunda quinzena de abril e é voltada a gestantes, puérperas (mulheres que deram a luz recentemente), crianças de 6 meses a menores de 5 anos, idosos com 60 anos ou mais, moradores de 55 a 59 anos, trabalhadores de saúde, população indígena e pessoas portadoras de doenças crônicas (é necessário apresentar a prescrição médica), que compõem o grupo prioritário.

    Quem pertence a um desses grupos e ainda não tomou vacina deve comparecer a uma UBS.

    No período da campanha, a vacina está disponível em Vinhedo em todas as Unidades de Saúde (Vila Planalto, Três Irmãos, Vila João XXIII, Casa Verde, Von Zuben, Centro Médico do Jardim São Matheus e Policlínica da Capela), de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

     

    Prevenção 

    A vacina é trivalente, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde. Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, a campanha também vacina a parcela da população participante contra outros dois tipos do vírus influenza – A (H3N2) e B. A vacina é segura, porém contraindicada para pessoas com alergia a ovo, e/ou que tenha apresentado reação a doses anteriores. Pessoas com febre não devem ser vacinadas.

    A influenza é uma infecção viral aguda (gripe), de fácil transmissão. Para prevenir a gripe basta a população introduzir medidas simples no seu dia a dia, como lavar as mãos frequentemente, proteger a boca e nariz com lenço descartável ao tossir e espirrar, evitar lugares fechados com grande circulação de pessoas, manter o ambiente ventilado/arejado, não compartilhar objetos de uso pessoal. Além de, manter alimentação saudável e ingerir muita água.

    Os sintomas mais comuns da influenza são febre alta, tosse, dor de garganta e falta de ar. O sucesso da recuperação depende diretamente da procura por assistência médica e tratamento precoce. Mais informações podem ser obtidas na Secretaria de Saúde pelo telefone 3886-6300.

    IMG_6640