Prefeitura de Vinhedo

  • Regime Estatutário:

    perguntas e respostas
  • Saúde

    + Notícias

    Em ação na área rural, Prefeitura vacina contra a raiva e faz levantamento quantitativo e avaliação da saúde animal

    Imunização na área urbana ocorrerá em agosto, em dois finais de semana, com diversos postos espalhados pelo município






    Nesta segunda-feira, 24, a Prefeitura de Vinhedo, por meio do Setor de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde, iniciou uma grande ação na área rural do município para imunizar cães e gatos contra a raiva, fazer um levantamento geral da quantidade de animais, incluindo também os equinos e bovinos, e ainda verificação quanto à leishmaniose e outros relacionados à saúde animal. Esse trabalho vai até o final de agosto.

    “Nossas equipes já estão em ação na área rural de Vinhedo. É a primeira fase da vacinação contra a raiva, que depois será feita na zona urbana também. Mas não nos limitamos a vacinar contra a raiva. Esse trabalho vai muito além, pois estamos, além do levantamento quantitativo, verificando também a saúde desses animais de um modo geral”, comentou o prefeito Jaime Cruz.

    São duas equipes visitando as propriedades rurais, tendo como foco principal a vacinação contra a raiva de cães e gatos. Durante o trabalho, elas vão realizar o cadastramento dos responsáveis pelos animais, fazer o georeferenciamento, levantamento do número de animais (cães, gatos, cavalos, bois, entre outros), inquérito sorológico para leishmaniose (coleta de sangue para análise), entre outras ações de interesse à prevenção da saúde.

    Esse trabalho inclui o levantamento do número de cães e gatos e a situação vacinal desses animais, além de orientação aos moradores. Também serão avaliadas as condições reprodutivas destes animais e, se necessário, agendadas cirurgias de castração, para evitar crias indesejadas e consequente superpopulação.

     

    Vacinação na cidade 

    A campanha de vacinação contra a raiva em Vinhedo será realizada nos dias 19, 20, 26 e 27 de agosto, em dois finais de semana, com vários postos de vacinação (os locais serão divulgados posteriormente) espalhados pelo município e todos os cães e gatos com mais de três meses de idades poderão  imunizados.

    A preocupação atual é com a possibilidade da transmissão da raiva por meio de morcegos, uma vez que municípios da região têm registrado casos desses animais infectados na área urbana. Estes animais se alimentam de frutos e insetos, mas podem, uma vez infectados, transmitir o vírus a animais e ao ser humano.

    Em caso de morcegos mortos ou comportamento estranho dos animais, a população deve acionar o Setor de Controle de Zoonoses por meio do telefone (19) 3826-7482, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

    São considerados como comportamento estranho os morcegos que voam durante o dia, que ficam pendurados em locais com a incidência direta de luz solar direta ou que estejam caídos no chão. A orientação da Secretaria de Saúde é nunca tocar em um morcego.

    A raiva é uma doença letal, inclusive nos humanos. Por isso, a vacina anual em cães e gatos é importante.