Prefeitura de Vinhedo

  • Lei Orçamentária Anual

    deixe aqui suas sugestões
  • Saúde

    + Notícias

    Sábado é o Dia ‘D’ da Campanha de Multivacinação para atualizar a imunização de crianças e adolescentes

    GabrielaAngeli_PMV_Campanhadevacinação (10)

    Neste sábado, dia 16, dia ‘D’ da Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos, a Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Saúde, promove a imunização das 8h às 17h na UBS Planalto e na Policlínica da Capela.

    Essa campanha teve início no último dia 11 e prossegue até o dia 22. Em Vinhedo, neste período, a vacinação ocorre de segunda a sexta-feira em todas as Unidades Básicas de Saúde e na Policlínica.

    Neste ano, por recomendação do Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Multivacinação ampliou o público-alvo para acolher e atualizar a situação vacinal das crianças e dos adolescentes menores de 15 anos.

    Isso porque até os 2 anos de idade, as crianças são levadas com mais frequência às salas de vacina, porém, após, o intervalo entre as doses e os reforços é mais espaçado, o que diminui a frequência dessa população.

    O atual calendário de vacinação para crianças e adolescentes consta de 17 vacinas para proteção contra 18 doenças: a vacina BCG, que protege contra a tuberculose, principalmente a tuberculose miliar e a neurotuberculose, a vacina rotavírus, contra um dos principais agentes etiológicos que causam a diarréia, a vacina poliomielite que protege contra a paralisia infantil, e a vacina pentavalente que protege contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenza tipo b (Hib).

    Traz ainda a vacina pneumocócica conjugada 10-valente, a vacina meningocócica conjugada C, a vacina febre amarela, a vacina sarampo, caxumba e rubéola (SCR), a vacina influenza, vacina varicela, vacina hepatite A e a vacina HPV que protege contra o câncer de colo de útero, verrugas genitais, câncer anal, pênis, orofaringe e verrugas genitais.

    De acordo com a Secretaria de Saúde, o objetivo da campanha é atingir a população não vacinada ou com esquema de vacinação incompleto na infância ou na adolescência, visando assim melhorar a proteção coletiva contra as doenças que podem ser prevenidas por vacina.

    As vacinas serão aplicadas após a avaliação da carteira de vacina de cada criança e ou adolescente. É importante salientar que a eficácia de cada vacina está associada ao número de doses ou reforços necessários e idade adequada, sempre visando a proteção máxima proporcionada individual e consequentemente para a proteção da saúde coletiva.