Prefeitura de Vinhedo

  • Lei Orçamentária Anual

    deixe aqui suas sugestões
  • Prefeitura

    + Notícias

    Sanebavi recomenda o uso racional da água durante a estiagem

    Durante o período de estiagem, a Sanebavi recomenda a todos os moradores de Vinhedo o uso racional de água. O objetivo é garantir que os reservatórios se mantenham em níveis adequados até o início do período chuvoso, evitando assim, problemas de falta de água para o município.

    “Sem chuvas, os nossos mananciais ficam com o nível baixo, dificultando a captação de água bruta para tratamento. Se não houver uma conscientização de cada um de nós sobre a importância de se utilizar a água apenas para as necessidades básicas, o consumo aumenta em decorrência do desperdício, prejudicando a reservação de água bruta nesse período”, explica o superintendente da Sanebavi, Danilo Ferraz.

    Para atender a demanda da população, as estações de tratamento de água do município, a ETA 1, na Vila Planalto, e a ETA 2, no Jardim Santa Cândida, estão funcionando 24 horas por dia e tratando a outorga permitida para o período de estiagem. Apesar de a captação estar dentro da normalidade, nos últimos dias o consumo de água aumentou em decorrência do calor.

    Outro fator que contribui para a redução do nível dos mananciais é a falta de chuvas. Este ano, Vinhedo registrou 89 dias de chuvas, com um índice acumulado de 1.165 mm. A situação é parecida com o ano de 2015 quando foram registrados 1.141 mm, em 111 dias.

    “O cenário para próxima Operação Verão é parecido com 2015. Isso exige bom senso no uso racional de água. As chuvas acima da média registradas em 2016, quando tivemos um acumulado de 2.049 mm, em 117 dias, não foram suficientes para a recuperação hídrica. Para que isso aconteça, precisamos de uma continuidade de pelo menos cinco anos de curvas positivas de chuvas”, alerta o diretor da Defesa Civil de Vinhedo, Maurício Barone.

    Investimentos

    Nos últimos anos, a Sanebavi investiu em diversas ações para garantir água para o município.

    Nas ações de combate às perdas, foram realizados trabalhos de pesquisa e detecção de vazamentos não visíveis em todo o município e a substituição de redes antigas em alguns bairros.

    A construção de um novo reservatório com capacidade para armazenamento de dois milhões de litros de água tratada na Estrada da Boiada e a terceira estação de tratamento de água do município, a ETA Capivari, também estão entre os investimentos realizados pela autarquia.

    Estão previstas outras ações para continuar o trabalho de combate às perdas, entre elas a setorização de rede no Vista Alegre e São Joaquim, a finalização da substituição da rede adutora entre os reservatórios da Estrada da Boiada até o residencial Vista Alegre, a construção de um novo reservatório de um milhão de litros na região da Capela, a realização de um estudo hidrogeológico para fazer um diagnóstico de toda a água subterrânea disponível em Vinhedo e ainda, a setorização do Marambaia e da Capela, a reestruturação do ponto de captação de água bruta do córrego Bom Jardim e do rio Capivari e a construção de um reservatório de água tratada na Vila Hípica.