Prefeitura de Vinhedo

  • Regime Estatutário:

    perguntas e respostas
  • Prefeitura

    + Notícias

    Com base na sustentabilidade, Prefeitura reinicia o processo de Revisão do Plano Diretor Participativo de Vinhedo

    O município será o primeiro da região e um dos pioneiros do Brasil a ter um diagnóstico do quanto pode crescer com base nos recursos hídricos disponíveis






    IMG_5221

    Pautada na sustentabilidade, principalmente no que diz respeito aos recursos hídricos, a Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, está retomando o Processo de Revisão do Plano Diretor Participativo do município (Lei Complementar 66/2007). Na manhã desta quarta-feira, 11, no auditório do Centro de Convivência, com participação do prefeito Jaime Cruz, ocorreu uma reunião com o grupo técnico responsável pelo acompanhamento do processo de atualização dessa legislação.

    “O Plano Diretor de Vinhedo é uma das legislações mais importantes do município, pois define como e por onde podemos crescer, de forma que o desenvolvimento ocorra com sustentabilidade. Vamos prosseguir com a revisão, de forma democrática e responsável, dando sequência a todo o trabalho que foi feito no ano passado e projetando de forma responsável o futuro de Vinhedo”, comentou o prefeito Jaime Cruz.

    Também estiveram presentes os secretários municipais de Meio Ambiente e Urbanismo, Adriano Corazzari; de Negócios Jurídicos, Luiz Fernando Bonesso de Biasi; de Obras, Renato Shishido; e de Indústria, Comércio e Agricultura, Toninho Falsarella, além dos demais integrantes do grupo técnico.

    Durante o encontro, foram discutidos assuntos como o plano de trabalho, cronograma e a logística da próxima fase do processo de Revisão do Plano Diretor. Na oportunidade, ocorreu também a apresentação da empresa vencedora da licitação para dar suporte técnico com essa finalidade, a Alto Uruguai Engenharia e Planejamento, que, além de Vinhedo, está desenvolvendo esse tipo de trabalho em outras 12 cidades paulistas.

    O trabalho será feitos sob os seguintes eixos temáticos: ordenamento territorial, habitação, mobilidade e acessibilidade, aspectos socioeconômicos, patrimônio natural e cultural, desenvolvimento sustentável e gestão urbana.

    O trabalho já teve início e a previsão é que seja concluído em 24 semanas. Serão realizadas diversas audiências públicas, reuniões técnicas, levantamentos e diagnósticos até que seja redigido o texto final, que será enviado para análise do Legislativo.

     

    Diagnóstico dos recursos hídricos

    Um dos estudos que fará parte da Revisão do Plano Diretor Participativo de Vinhedo é o Plano de Recursos Hídricos de Vinhedo, de autoria do pesquisador científico do Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e consultor técnico Rinaldo Calheiros, que participou da reunião desta quarta-feira, 11. Segundo ele, o município será o primeiro da região e um dos pioneiros do Brasil nesse tipo de levantamento.

    Esse plano determinará o grau de sustentabilidade e autossuficiência hídrica de Vinhedo, proporcionando um parâmetro-base de programação do desenvolvimento populacional e econômico do município. Esse estudo terá supervisão da equipe da Secretaria de Meio Ambiente.

    O objetivo é estabelecer metas e ações de curto, médio e longo prazo para a melhoria da qualidade e disponibilidade das águas superficiais contidas dentro do território de Vinhedo. Para tanto, estão sendo levantadas informações básicas, tais como caracterização física, socioeconômica, ambiental e dos recursos hídricos; elaboração de prioridades de intervenção nos cursos d’água; elaboração de banco de dados georreferenciado sobre os recursos hídricos, compondo um Sistema de Informações Ambientais Municipal – SIAM.