Prefeitura de Vinhedo

  • Participe da LDO 2019:

    envie suas sugestões
  • Saúde

    + Notícias

    Prefeitura intensifica ações após a confirmação de caso de leptospirose canina

    A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Saúde, recebeu nesta quarta-feira, 18, a confirmação, por parte de uma clínica veterinária particular, do diagnóstico laboratorial de leptospirose em um cão, que veio a óbito. Diante da informação, foi desencadeada uma série de ações.

    De acordo com as informações recebidas pela Prefeitura (trata-se de uma notificação compulsória), o animal pertencia a uma família que reside na Vila João XXIII.

    Nesta quarta-feira, 18, equipes do Setor de Zoonoses e da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Vinhedo percorrem as imediações da Vila João XXIII para analisar a situação e orientar os moradores em relação à doença. Serão feitas orientações à população sobre medidas antiratização.

    O trabalho de combate aos roedores, que é realizado sob demanda, também será intensificado nas galerias de esgoto e de águas pluviais daquela região, uma vez que o rato é o principal transmissor da bactéria causadora da doença, que pode atingir também o ser humano, o que ocorre principalmente no contato com urina desses animais.

    Em 2016, Vinhedo teve 11 casos suspeitos da doença em humanos e nenhuma confirmação. Neste ano foram contabilizados 4 casos suspeitos, também sem nenhum caso confirmado. No mesmo período, não houve registro da doença em cães.