Prefeitura de Vinhedo

  • Participe da LDO 2019:

    envie suas sugestões
  • Administração

    + Notícias

    Em mais uma medida de austeridade, Prefeitura utilizará sistema eletrônico para abastecimento da frota municipal

    Novo método é o mesmo utilizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) e por diversos órgãos nas esferas estaduais e federal






    A Prefeitura de Vinhedo vem adotando sucessivas medidas de austeridade para reduzir as despesas em todas as secretarias, otimizando os recursos existentes e, ao mesmo tempo, trabalhando para melhorar cada vez mais os serviços que são oferecidos aos moradores, conforme determinado pelo prefeito Jaime Cruz. Desta forma, nas próximas semanas, mais uma ação será colocada em prática, que é a adoção de um sistema eletrônico para o abastecimento da frota municipal.

    “Estamos trazendo a tecnologia para o nosso dia a dia. Esse sistema é um exemplo. Após sua implantação, deixaremos de ter um local fixo para abastecer nossos veículos e poderemos optar, dentre aqueles cadastrados, pelo que praticar os menores preços, sem deixar de lado, obviamente, a questão da qualidade do produto oferecido. É mais um passo em busca da modernização”, comentou o prefeito Jaime Cruz.

    O pregão para aquisição desse novo modelo de serviço foi concluído nesta semana. A partir da sua implantação, a Prefeitura deixará de utilizar o sistema atual, que tem controle manual, através de fichas de papel, e com apenas um fornecedor. A frota municipal, entre veículos próprios e locados, conta atualmente com 140 unidades.

    Pelo novo sistema, que aliás, é o mesmo utilizado pelo próprio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) e por diversos órgãos nas esferas estaduais e federal, é colocada uma  TAG autodestrutível, espécie de adesivo, nos para-brisas de cada veículo da Prefeitura, semelhante aos utilizados para pagamento de pedágio.

    São inúmeras as vantagens pela Prefeitura, tais como: redução de despesas com a frota, através de controles mais dinâmicos e eficazes; redução de despesas administrativas (coleta de dados, digitação, emissão de faturas, controles, espaço físico, pessoal); flexibilização do sistema de abastecimento, por acesso a uma ampla rede de serviços; obtenção de informações sobre o abastecimento, em tempo hábil para tomada de decisões corretivas e preventivas; melhoria do gerenciamento da manutenção preventiva e corretiva através do controle de quilometragem e consumo por veículo.

    “No sistema vigente, sempre prezamos pela qualidade do serviço e dos produtos ofertados, e também pelo menor preço nas licitações, condições oferecidas pelo nosso fornecedor atual. Porém, agora daremos um passo muito importante no que diz respeito à utilização da tecnologia, que nos trará a possibilidade de um controle muito mais rigoroso sobre nossa frota e seus usuários”, explicou o secretário de Administração, Gustavo Mattos.

     

    Capacitação dos gestores

    Haverá treinamento para a utilização do novo sistema. Um gestor ficará responsável por cada secretaria. Esse servidor terá controle, via internet, pelos abastecimentos dos veículos da respectiva pasta e ficará encarregado de, periodicamente, entre os postos cadastrados, verificar qual pratica o menor preço naquele momento para indicar aos condutores.

    Haverá postos cadastrados não somente no município, mas em todo o Estado e também no Brasil. A localização desses postos poderá ser feita por aplicativo de celular. Cada gestor poderá ter acesso a relatórios diários, semanais e mensais dos abastecimentos, trazendo assim mais transparência e economicidade.