Prefeitura de Vinhedo

  • Participe da LDO 2019:

    envie suas sugestões
  • Defesa Civil

    + Notícias

    Tempestade que atingiu Vinhedo neste sábado chegou a 72 mm de chuvas em menos de uma hora

    Município mais uma vez confirmou sua condição de Cidade Resiliente, conforme reconhecido pela ONU






    Na noite deste sábado, 18, Vinhedo e também outros municípios da região de Campinas enfrentaram uma forte tempestade. Aqui no município, a chuva, de acordo com a Defesa Civil Municipal, órgão ligado à Secretaria de Transportes e Defesa Social da Prefeitura, chegou a 72 mm num espaço de tempo inferior a uma hora. 

    Felizmente, pelo excelente trabalho preventivo que realizamos pela Defesa Civil, reconhecida inclusive pela Organização das Nações Unidas (ONU), que elevou Vinhedo ao patamar de Cidade Resiliente (com o objetivo de preparar a cidade contra eventuais desastres naturais e, principalmente, proteger a população destes eventos), não foram registradas vítimas, tampouco grandes danos na cidade”, comentou o prefeito Jaime Cruz. 

    “Não há registros de alagamentos ou enchentes que, infelizmente, acabaram ocorrendo em cidades como Campinas e, no passado, eram frequentes em Vinhedo, especialmente nos córregos que, até então, não eram canalizados e, alguns, inclusive foram até alargados para evitar situações de alagamento, como na Barra Funda”, completou o prefeito Jaime Cruz. 

    Durante a noite deste sábado, a Defesa Civil atendeu vários registros de quedas de árvores na Rua Afonso Garbuio, Rua Nice e Avenida Ana Lombardi Gasparini. Caíram árvores também na praça da Vila João XXIII. Outra situação pontual foi no Teatro Municipal que, pelos fortes ventos e chuvas, acabou destelhando em cima do palco e, assim, obrigando a suspensão das atividades de ontem. No momento, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, avalia como ficarão as próximas apresentações. 

    Equipes de plantão da Defesa Civil e Grupo de Ações Preventivas Ambientais (GAPA) estão nas ruas, neste momento, trabalhando. Os telefones 153 (Plantão da Defesa Civil e Guarda Municipal) e 193 (Bombeiros) estão à disposição para atendimento da população. 

    Números atualizados agora pela manhã contabilizam 84,2 mm de chuvas acumuladas nas últimas 24 horas. A cidade se encontra em Estado de Atenção. A previsão é de que as chuvas continuem nos próximos dias e, por isso, a Prefeitura, através de suas equipes, segue em prontidão. Os meses de novembro e dezembro estarão sujeitos, segundo a Defesa Civil, a possibilidade de chuvas intensas com fortes ventos, num curto espaço de tempo, como ocorreu ontem. 

    A última chuva forte na cidade tinha sido registrada no dia 6 de maio, com 62 mm de chuva e acúmulo de 96 mm em 24 horas. Já em janeiro, entre os dias 17 e 19, foram 98,1 mm no acumulado.