Prefeitura de Vinhedo

Meio ambiente e urbanismo

+ notícias

Em construção, Parque Ecológico da Capela foi projetado pela Prefeitura para ser uma das áreas de lazer mais completas da região

Viveiro de mudas da Administração Municipal será transferido para o local, que abrigará também um orquidário e a sede dos escoteiros






IMG_7914

A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, está com uma importante obra em andamento. Trata-se do Parque Ecológico da Capela, projetado para ser uma das áreas de lazer mais completas não apenas de Vinhedo, mas de toda a região, trazendo ainda mais qualidade de vida aos vinhedenses, especialmente aos moradores daquela região.

Nesta terça-feira, 16, o prefeito Jaime Cruz, acompanhado dos secretários municipais de Governo, Edison Ruiz; de Meio Ambiente e Urbanismo, Adriano Corazzari; e da Fazenda, José Luís Bernegossi, esteve no local conferindo o andamento das obras.

“Esse espaço, localizado na região mais populosa do município, será uma espécie de pulmão de Vinhedo. Quando estiver pronto, será um local perfeito para a prática de diversas modalidades esportivas, mas também para o descanso e para a contemplação da natureza, enfim, uma área especialmente projetada para as famílias”, comentou o prefeito Jaime Cruz.

A etapa atual das obras integra uma área administrativa, que inclusive abrigará os escoteiros, para que façam suas atividades no parque a ajudem a cuidar do local; banheiro adaptados; e um grande quiosque.

No ano passado, a Prefeitura fez a terraplanagem, a limpeza no entorno dos lagos e o plantio de gramas em alguns setores. Conforme determinado pelo prefeito Jaime Cruz, a obra deve ser viabilizada não apenas com recursos próprios, mas também por meio de parcerias e termos de acordo com empresas.

Parte da limpeza e a terraplanagem no entorno dos lagos, por exemplo, foi feita através de um Termo de Compromisso de Recuperação Ambiental (TCRA) junto a uma empresa, ou seja, sem custos para a Administração Municipal.

Já a etapa atual de obras está sendo viabilizada por meio de uma quantia de R$ 575 mil, fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), mediado pelo Ministério Público, entre a Prefeitura e uma empresa privada. Há também R$ 200 mil do orçamento municipal para esta finalidade.

O Parque Ecológico da Capela ficará numa área de 75 mil m2 entre a Rua João Edueta, que liga o bairro à Rodovia Miguel Melhado Campos, e o Rio Capivari, no Jardim Paineiras. Contará com lagos, pista de caminhada e corrida com pisos intertravados medindo 1,1km, academia ao ar livre, parque infantil, quadras poliesportivas, ciclovia, sanitários, praça de alimentação, deck, pergolado e uma fonte interativa, entre outras atrações.

 

Meio ambiente

O viveiro de mudas da Prefeitura, que atualmente fica em uma área na Rua Carolina Von Zuben, será transferido para o Parque Ecológico da Capela. Como reforço na vegetação do espaço, está previsto o plantio de aproximadamente 2 mil mudas de diferentes espécies no local, em especial as frutíferas, até março.

O Parque Ecológico da Capela será utilizado para práticas de Educação Ambiental. A Prefeitura pretende também ceder um local no parque para que possa ser utilizado por uma associação de cultivo de orquídeas, com estrutura para implantação de um orquidário.

 

Furtos 

Mesmo antes de estar pronto, o Parque Ecológico da Capela já foi alvo de delitos. No ano passado, foram furtados do local aproximadamente 30m2 de grama e também diversos mourões de cerca. Já nesta semana, assaltantes arrancaram aproximadamente 50 metros do alambrado que cerca o parque.

“Lamentável que ocorram fatos como esse. Reforçamos o pedido à população para que nos ajude a fiscalizar e, se perceberem algo estranho no local, que acionem a Guarda Municipal ou a Polícia Militar, afinal, aquele é um espaço da população”, concluiu o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Adriano Corazzari.

IMG_7904