Prefeitura de Vinhedo

  • Saúde

    + notícias

    Com um caso confirmado, Prefeitura de Vinhedo promove ações para evitar contágio por sarampo

    Nesta terça-feira, 13, foi confirmado o primeiro caso positivo na cidade; trata-se de um caso importado, de uma moradora que estuda e trabalha em São Paulo e vem para o município apenas aos finais de semana






    A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Saúde, está trabalhando de forma intensa contra o sarampo no município, promovendo ações de bloqueio para o público-alvo. Até esta terça-feira, 13, eram 11 casos suspeitos na cidade, porém, um deles constou como positivo. Os demais aguardam resultados e todos seguem com boa evolução clínica.

    “Estamos atentos a toda e qualquer ocorrência desta natureza em Vinhedo. Agimos rapidamente, efetuando ações de bloqueio na residência da moradora que apresentou a doença e também na rua onde ela mora. Reforçamos a todos que a melhor forma de prevenção é a vacinação. Precisamos nos unir contra o sarampo”, destacou o prefeito Jaime Cruz.

    A primeira manifestação de sarampo na cidade se deu em uma mulher de 24 anos, moradora da região da Capela, e é considerado caso importado, por se tratar de uma pessoa que estuda e trabalha em São Paulo e só vem para Vinhedo aos fins de semana.

    A Secretaria de Saúde tem desenvolvido diversas ações contra a doença, entre elas estão os bloqueios vacinais, com a Tríplice Viral, em pessoas que tiveram contato com casos suspeitos tanto em Vinhedo como de outras cidades.

    A equipe da Vigilância Epidemiológica está realizando um trabalho de vacinação nos domicílios próximos de casos suspeitos de sarampo, assim como locais onde a pessoa normalmente frequenta, como empresa, escola, igreja, etc. As visitas poderão ocorrer no período noturno, onde a maior parte dos moradores se encontra presente. Neste momento, a colaboração da população, recebendo as equipes, é fundamental. Os responsáveis são identificados com crachás e carros oficiais da Secretaria de Saúde.

    Os bloqueios são realizados nas pessoas que entraram em contato com aquelas que apresentam sintomas, à medida que são recebidas notificações de suspeita, informadas pelos Serviços de Saúde e ou da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo.

     

    Trabalho constante

     

    A Prefeitura desenvolve um trabalho constante de controle vacinal da população durante todo o ano. Exemplo disso é a exigência da cópia da carteira de vacinação no ato da matrícula na Rede Municipal. Caso haja falha em alguma dose, o aluno é encaminhado para Unidade Básica de Saúde para, assim, completar o quadro de vacinas obrigatório. Esse trabalho será reforçado agora, no retorno das aulas.

     

    O Ministério da Saúde estabelece que as crianças precisam receber duas doses da vacina, ao completar 1 ano e novamente com 15 meses. Quem não se imunizou quando criança, até os 29 anos, deve receber duas doses da tríplice ou tetra viral. Dos 30 aos 49 anos é recomendada uma dose única, da tríplice ou tetra viral.

     

    As doses contra o Sarampo seguem disponíveis em todas as salas de vacinação da Rede Municipal de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Pais e ou usuários que tenham dúvidas devem comparecer à Sala de Vacina da Unidade de Saúde mais próxima, com a carteira de vacina em mãos, para que seja avaliada e atualizada conforme necessidade.

     

    Recentemente, durante a Campanha Nacional de Vacinação, a Prefeitura de Vinhedo imunizou 98% do público-alvo.

     

    Sarampo

    O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade.