Prefeitura de Vinhedo

  • Expo Vinhedo Industrial:
    clique aqui e inscreva-se

  • Meio ambiente e urbanismo

    + notícias

    Prefeitura conclui mais uma etapa no processo de Revisão do Plano Diretor Participativo

    Administração Municipal está empenhada para que não haja nenhum tipo de retrocesso ambiental






    A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, concluiu mais uma etapa do processo de Revisão do Plano Diretor Participativo da cidade. No encontro desta terça-feira, 10, no encontro com os delegados envolvidos nos trabalhos, terminou a votação dos ajustes redacionais no texto da legislação, propostas essas elaboradas pelo grupo técnico.

    “Seguimos trabalhando, de forma séria e organizada. Estamos avançando com a revisão, atualização importante da nossa legislação para que Vinhedo possa continuar crescendo de forma sustentável, sempre na busca do equilíbrio entre o desenvolvimento e a preservação, dentro da nossa capacidade hídrica”, salientou o prefeito Jaime Cruz.

    A próxima fase é de análise das propostas dos próprios delegados. O encontro desta terça-feira contou com a presença dos vereadores Edu Gelmi (presidente da Câmara), Nil Ramos e Geraldinho Cangussú.

    Com debates produtivos e democráticos, os encontros ocorrem dentro de uma nova dinâmica de trabalho. Depois da apresentação de dados e explanação dos delegados, é aberto um espaço de 30 minutos na parte final para que os ouvintes possam fazer questionamentos.

    Todas as informações dos encontros, incluindo ata eletrônica, são atualizadas e disponibilizadas na internet a todos os interessados. O acesso pode ser feito por meio do site da Prefeitura de Vinhedo (www.vinhedo.sp.gov.br), clicando no banner do lado direito, com a inscrição ‘Revisão do Plano Diretor Participativo de Vinhedo’. A expectativa é de concluir a revisão no final de agosto.

    “Não vamos permitir nenhum retrocesso ambiental na nossa cidade. Pelo contrário. O interesse da Prefeitura é na preservação do meio ambiente e na produção de água. Exemplo disso é que hoje, um empreendimento pode utilizar 75% da área e o restante fica como área de preservação. Queremos fazer uma inversão completa, com apenas 40% para o empreendimento e 60% para preservação, incluindo, obviamente, a recuperação de áreas degradadas. Também seremos o primeiro município do Brasil com um Plano de Sustentabilidade Hídrica”, completou o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Juliano Ferragutti.

    Próxima reunião

    A próxima reunião do processo de revisão do Plano Diretor será no dia 24, terça-feira, às 19h, no salão do Grupo Bem Viver, ao lado do Centro Médico, no São Matheus. Os encontros são abertos a todos os interessados.