Prefeitura de Vinhedo

  • Regime Estatutário:

    perguntas e respostas
  • Frota acessível (transporte coletivo)

    Incluir significa integrar um elemento a um todo. À pessoa que tenha algum tipo de deficiência – tal como a limitação de mobilidade – o termo é ainda mais abrangente e garantido em Lei Federal, estendendo em sua descrição o direito à igualdade, à dignidade, a não discriminação, à acessibilidade e aos demais outros direitos garantidos como básicos pela Constituição Federal, tais como educação, saúde, trabalho, lazer, entre outros.

    O transporte também faz parte dos direitos básicos à pessoa com deficiência e ainda contempla outro termo à sua correta oferta: a acessibilidade, a fim de permitir que o deficiente possa chegar mais facilidade e comodidade ao local que precisa se deslocar.

    Em Vinhedo, o direito ao transporte e a oferta do serviço com acessibilidade têm avançado com a ajuda da Prefeitura de Vinhedo, que por meio de suas secretarias municipais de Transporte e Defesa Social e Assistência Social – juntamente aos conselhos municipais e entidades do segmento – têm trabalhado na ampliação da frota de atendimento à população que tenha dificuldade de locomoção.

    Ao atendimento da pessoa com deficiência ou com dificuldades para se locomover, em Vinhedo quase 80% da frota do transporte público municipal é composta por veículos adaptados ao pleno atendimento destes públicos, o maior percentual da Região Metropolitana de Campinas (RMC). O alto índice de acessibilidade da frota municipal tem permitido, inclusive, que as entidades que atendem a esse público na cidade possam estimular a criação de mais autonomia de mobilidade entre seus usuários, a partir do uso do transporte coletivo municipal.

    Outro exemplo de atenção ao deficiente em Vinhedo foi a criação da linha especial – a 408 – que para na porta de entrada do Centro Educacional Integrado de Vinhedo (Ceivi), justamente para facilitar o acesso de usuários ao serviço a partir do uso do transporte coletivo municipal. A entidade presta atendimento à pessoa com deficiência intelectual, associada ou não a outros tipos de deficiência.

    Isenção para deficientes e idosos

    As pessoas com deficiência são isentas do pagamento de tarifa no transporte coletivo. O benefício está previsto na Lei Complementar nº 666/1991 e isenta do pagamento de tarifas nos serviços de transporte coletivo urbano as pessoas que tenham deficiência e cuja gravidade comprometa sua capacidade de trabalho, bem como o menor de 14 anos, portador de deficiência que igualmente justifique o benefício; e as pessoas com mais de 65 anos.

    A isenção também se estende ao acompanhante do deficiente.

    A frota

    Além de mais modernos e menos poluentes, os ônibus da nova frota em Vinhedo são do modelo Mercedes Benz e têm carroceria Induscar Apache Vip. Os veículos têm bancos com identificação a deficientes, aos seus acompanhantes e também para idosos e gestantes, além de encostos altos que proporcionam mais conforto e comodidade aos usuários.

    Ao atendimento de cadeirantes e pessoas com dificuldades de locomoção, os veículos adaptados dispõem de elevadores e atendimento especial ao deficiente.

    Ao parar no ponto de embarque ou desembarque, o motorista se desloca até a porta traseira do veículo e aciona o elevador, atendendo durante todo o processo a pessoa com necessidades especiais. Nesse momento, o ônibus fica automaticamente travado, sem riscos, portanto, de se movimentar durante a operação.

    Horários e itinerários

    Para consultar os horários e itinerários, assim como tarifas relativas ao transporte coletivo intermunicipal, sob a responsabilidade da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) e que atendem Vinhedo, clique aqui.

    Já as do transporte coletivo municipal podem ser consultadas clicando aqui.