Prefeitura de Vinhedo

Programa Mais Alfabetização

A Secretaria Municipal de Educação abriu entre 3 e 6 de maio de 2018 um processo seletivo para constituição de banco de assistentes de alfabetização voluntários, que poderão atuar no Programa Mais Alfabetização, na forma da Portaria nº 4, de 4 de janeiro de 2018.

O edital do Processo Seletivo Simplificado de Monitores para Atuarem no Programa Mais Alfabetização pode ser consultado clicando aqui.

Os selecionados receberão uma bolsa mensal, por turma, podendo atuar com até oito turmas, no valor de R$ 150,00. A carga horária diária mínima é de 60 minutos por turma.

As atividades desenvolvidas pelos assistentes de alfabetização serão consideradas de natureza voluntária, sendo obrigatória a celebração do termo de adesão e compromisso do voluntário, não gerando vínculo empregatício nem obrigação de naturezas trabalhista, previdenciária ou afim.

Classificação

Segue a lista de classificação final do processo seletivo do Programa Mais Alfabetização:

 

O que é o Programa Mais Alfabetização?

Promovido pelo governo federal, o Programa Mais Alfabetização tem como objetivo fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização, para fins de leitura, escrita e Matemática, dos estudantes regularmente matriculados no 1° e 2° anos do Ensino Fundamental.

A ação ainda pretende contribuir para a prevenção do abandono, da reprovação, da distorção idade ou ano escolar, mediante a intensificação de ações pedagógicas voltadas ao apoio e fortalecimento do processo de alfabetização.

Como faço para ser um voluntário?

As inscrições devem ser feitas pela internet, bastando ao interessado clicar aqui e preencher o formulário.  O período para inscrição é de 3 a 6 de maio de 2018. O processo seletivo compreenderá a inscrição e a documentação comprobatória.

Quem pode ser voluntário?

Podem participar do processo seletivo professores das redes escolares com disponibilidade de carga horária, profissionais com formação de nível superior em Licenciatura Plena em Pedagogia ou normal superior; auxiliares de Educação Infantil ou cargo similar, com disponibilidade de carga horária; e professores que tenham curso de magistério em nível médio.