Prefeitura de Vinhedo

  • Programas e projetos da Rede Municipal de Ensino

    Aqui você encontra os programas e projetos educacionais e complementares em andamento nas Escolas Municipais (EMs) e nos Centros de Educação Infantil (CEIs), da Prefeitura:

    Educação infantil

    Autosserviço da merenda escolar: estimula as crianças a se autosservirem na hora da merenda e, com isso, a conhecerem desde cedo a quantidade certa de alimento que os deixarão satisfeitos nas refeições e, consequentemente, incentivá-los a experimentar novos sabores e a optar naturalmente pelos de alto valor nutricional, benéficos à sua saúde.É oferecido às crianças a partir dos 3 anos de idade.

    Brincar:
    incentiva atividades a promoção de atividades que resgatam o desenvolvimento de brincadeiras e jogos da cultura brasileira junto às crianças, ajudando a estimular algo indispensável ao desenvolvimento infantil: o hábito de brincar aliado ao conhecimento. É promovido nos CEIs por meio de parceria com a Fundação Volkswagen, idealizadora da iniciativa. Vinhedo é o único município brasileiro que há mais de cinco anos oferta a iniciativa e que, atualmente, promove a etapa pioneira do projeto, de formação dos educadores no âmbito municipal.

    Educanvisa: promovido por meio da parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, leva aos alunos ações e estratégias para educação em saúde para transformá-los em agentes multiplicadores do conhecimento, a fim de que disseminem aos seus pais e à comunidade conceitos básicos de saúde e os riscos relacionados ao consumo de medicamento e de alimentos industrializados.

    LIBRAS: a Secretaria Municipal de Educação passou a oferecer de forma ampliada, para todos os seus funcionários a capacitação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) por meio da equipe de educação especial. A capacitação, que é destinada especialmente aos servidores municipais interessados, habilita seus participantes à compreensão e à utilização deste tipo de língua, comumente utilizada por pessoas com deficiência auditiva e considerada a oficial da comunidade de surdos no Brasil.

    Mesas informatizadas: que colaboram no desenvolvimento de diversas habilidades e auxiliam na aprendizagem de conteúdos curriculares de várias áreas do conhecimento.que colaboram no desenvolvimento de diversas habilidades e auxiliam na aprendizagem de conteúdos curriculares de várias áreas do conhecimento.

    Município Verde-Azul: alunos passam a participar de atividades de educação ambiental dentro das dez premissas do programa.

    Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC): com o objetivo de priorizar as crianças e adolescentes de Vinhedo e mobilizar a sociedade para participar e acompanhar políticas públicas com este enfoque, o prefeito Milton Serafim assinou o termo de compromisso PPAC, promovido pela Fundação Abrinq – órgão sem fins lucrativos que ajuda na mobilização da sociedade em questões relacionadas aos direitos da infância e da adolescência. Vinhedo está entre os 183 municípios brasileiros que conquistou o reconhecimento pleno no desenvolvimento de ações focadas ao público infanto-juvenil pelo PPAC. O prêmio, entregue ao prefeito Milton Serafim em 2012, reconheceu Vinhedo entre os municípios que mais avançaram nos últimos anos na garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

    Programa Sun:
    instituiu o ensino da língua inglesa a partir dos 3 anos na Rede Municipal de Ensino. Nesta faixa etária o idioma é apresentado de forma lúdica e divertida à criança, para que ela já assimile o conteúdo e para que se familiarize naturalmente com a nova língua. Desde 2012, as crianças dos 3 anos aos 5 anos e 11 meses, atendidos em período integral, passaram a contar com mais uma aula de inglês por semana, ampliando a aprendizagem da língua inglesa nos anos iniciais da Rede Municipal de Ensino.

    Saúde do Escolar, Psicologia do Escolar e Atendimento Educacional Especializado:
    equipe de educação especial se organiza para promover atividades de atenção voltadas a alunos com deficiência ou necessidades especiais de aprendizagem, a fim de colaborar ao seu desenvolvimento global.

    Semana de Arte: as crianças da educação infantil, a exemplo de todos os alunos da rede, passam a desenvolver trabalhos de expressão cultural e artísticas baseados em temas sugeridos pela Secretaria Municipal de Educação para exposição especial aberta à população.

    Vinhedo Desenvolvendo Ações de Saúde (VIDAS): envolve todos os estudantes matriculados em nas EMs e CEIs e oferece acompanhamento médico, odontológico, nutricional e atendimento oftalmológico de forma gratuita.

    Ensino fundamental I (1º ao 5º ano)

    Conhecendo o autor: projeto da Prefeitura, aproxima os estudantes dos processos de criação de uma história e de desenvolvimento do livro, levando à escola municipal um autor de verdade para conversar com os alunos. Em seu primeiro ano, a escritora vinhedense Simone Alves Pedersen visitou às unidades escolares pelo projeto.

    Educanvisa: promovido por meio da parceria com a Anvisa e em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, leva aos alunos ações e estratégias para educação em saúde para transformá-los em agentes multiplicadores do conhecimento, a fim de que disseminem aos seus pais e à comunidade conceitos básicos de saúde e os riscos relacionados ao consumo de medicamento e de alimentos industrializados.

    Estrada para a Cidadania: promovido por meio de parceria com a CCR AutoBAn, programa é desenvolvido com os estudantes dos 4º e 5º anos do ensino fundamental I e ajuda na divulgação de atividades de proteção e preservação da vida no trânsito e de valorização do meio ambiente.

    Iniciação científica: alunos do 4º ano têm atividades voltadas ao estudo aprofundado da ciência. Iniciativa contempla o desenvolvimento de atividades de experimentação relacionadas aos conceitos aprendidos em sala de aula.

    Ler e Escrever: é um programa disponibilizado por meio de parceria com o governo estadual e tem como principal intuito ampliar a leitura e escrita para formação de leitores e escritores competentes. Para os educadores, o projeto serve como um complemento ao trabalho já realizado e os ajuda no desenvolvimento de atividades pedagógicas com os alunos.

    LIBRAS:
    a Secretaria Municipal de Educação passou a oferecer de forma ampliada, para todos os seus funcionários a capacitação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) por meio da equipe de educação especial. A capacitação, que é destinada especialmente aos servidores municipais interessados, habilita seus participantes à compreensão e à utilização deste tipo de língua, comumente utilizada por pessoas com deficiência auditiva e considerada a oficial da comunidade de surdos no Brasil.

    Merendinha certa:
    de educação nutricional, tem como público-alvo os alunos do 1º ao 9º ano – dos ensinos fundamental I e II – e o objetivo de levar aos estudantes mais informações sobre a importância de se adotar a alimentação saudável e de se evitar hábitos que podem prejudicar sua saúde à mesa.

    Município Verde-Azul: alunos passam a participar de atividades de educação ambiental dentro das dez premissas do programa.

    Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa:
    do governo federal, aderindo a este compromisso formal Vinhedo se compromete a assegurar que todas as crianças, inscritas nas escolas públicas de educação básica, estejam alfabetizadas em Língua Portuguesa e em Matemática até os 8 anos de idade e ao fim do 3º ano do ensino fundamental I. Em Vinhedo, menos de 2,5% dos estudantes matriculados nos anos de ensino fundamental I estão em situação de defasagem.

    Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd):
    promovido a estudantes do 5º ano do ensino fundamental I por meio de parceria com a Polícia Militar (PM). Com caráter social preventivo, o projeto conta com atividades educacionais em sala de aula focadas no desenvolvimento de potencialidades, da autoestima, do cultivo da felicidade, do controle das tensões e da civilidade.

    Programa Sun:
    oferecer também aos alunos do 1º ao 5º ano também o ensino da língua inglesa, sendo que anteriormente teriam este contato com o idioma apenas no ensino fundamental II.

    Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC): com o objetivo de priorizar as crianças e adolescentes de Vinhedo e mobilizar a sociedade para participar e acompanhar políticas públicas com este enfoque, o prefeito Milton Serafim assinou o termo de compromisso PPAC, promovido pela Fundação Abrinq – órgão sem fins lucrativos que ajuda na mobilização da sociedade em questões relacionadas aos direitos da infância e da adolescência. Vinhedo está entre os 183 municípios brasileiros que conquistou o reconhecimento pleno no desenvolvimento de ações focadas ao público infanto-juvenil pelo PPAC. O prêmio, entregue ao prefeito Milton Serafim em 2012, reconheceu Vinhedo entre os municípios que mais avançaram nos últimos anos na garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

    Pró-letramento: é um programa de mobilização social em prol à qualidade da educação, do Ministério da Educação (MEC). Oferece formação continuada a professores da rede pública, com o objetivo de colaborar à melhoria da qualidade de aprendizagem – sobretudo das capacidades de leitura, escrita e compreensão matemática – aos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental. Em Vinhedo é desenvolvido em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

    Saúde do Escolar, Psicologia do Escolar e Atendimento Educacional Especializado:
    equipe de educação especial se organiza para promover atividades de atenção voltadas a alunos com deficiência ou necessidades especiais de aprendizagem, a fim de colaborar ao seu desenvolvimento global.

    Semana de arte: os alunos do ensino fundamental I, a exemplo de todos os estudantes da rede, passam a desenvolver trabalhos de expressão cultural e artísticas baseados em temas sugeridos anualmente pela Secretaria Municipal de Educação para exposição especial aberta à população.

    Vinhedo Desenvolvendo Ações de Saúde (VIDAS): envolve todos os estudantes matriculados em nossas escolas e oferece acompanhamento médico, odontológico, nutricional e atendimento oftalmológico de forma gratuita.

    Ensino fundamental II (6º ao 9º ano)

    Atleta na Escola: utiliza o esporte como instrumento educacional, com os objetivos de incentivar a prática esportiva nas escolas municipais, democratizar o acesso ao esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos entre os estudantes, estimular a formação do atleta escolar e identificar e orientar jovens talentos. Contempla as modalidades vôlei e atletismo, com arremesso do peso, corrida de velocidade com provas de 75 metros e de 100 metros, corrida de resistência de mil metros e de 3 mil metros e provas de salto em distância. Tem como público-alvo os alunos de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos. Além das municipais, a Escola Estadual Patriarca da Independência também participa das competições municipais entre as escolas, que geralmente abrangem 600 alunos e acontecem no Ginásio de Esportes do Parque Municipal Jayme Ferragut.

    Curso “Amor-Exigente”: iniciativa ajuda a trabalhar com os alunos das escolas municipais valores éticos e questões comportamentais, que contribuem à sua formação integral e na disseminação de atitudes que ajudam a prevenir casos de dependência química. Professores passam por capacitação especial.

    Educanvisa:
    promovido por meio da parceria com a Anvisa e em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, leva aos alunos ações e estratégias para educação em saúde para transformá-los em agentes multiplicadores do conhecimento, a fim de que disseminem aos seus pais e à comunidade conceitos básicos de saúde e os riscos relacionados ao consumo de medicamento e de alimentos industrializados.

    LIBRAS: a Secretaria Municipal de Educação passou a oferecer de forma ampliada, para todos os seus funcionários a capacitação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) por meio da equipe de educação especial. A capacitação, que é destinada especialmente aos servidores municipais interessados, habilita seus participantes à compreensão e à utilização deste tipo de língua, comumente utilizada por pessoas com deficiência auditiva e considerada a oficial da comunidade de surdos no Brasil.

    Mais educação:
    do governo federal, é destinado à disponibilização de educação integral a partir do desenvolvimento de várias atividades de acompanhamento aos alunos nas áreas pedagógica, cultural, artística, de esportes e lazer. Ainda engloba o desenvolvimento de ações de educação ambiental, inclusão digital, saúde, sexualidade, direitos humanos, educação econômica, investigação científica, comunicação e uso de mídias, sempre no contraturno escolar regular do estudante.

    Município Verde-Azul:
    alunos passam a participar de atividades de educação ambiental dentro das dez premissas do programa.

    Novo tempo:
    considerada uma iniciativa inovadora, projeto foi reconhecido entre os 12 melhores de 2012 – pela Fundação Lemman – e é destinado a alunos do 6º ano que estejam em situação de defasagem escolar, ou seja, fora do ano de estudo indicado à faixa etária. Por meio dele, os alunos frequentam classes especialmente criadas à sua faixa etária – entre 12 anos e 16 anos de idade – e passam a ter atendimento mais individualizado, para que avancem em seu desenvolvimento escolar e para que superem suas fragilidades pedagógicas.

    Palestras sobre sexualidade:
    são palestras destinadas especialmente aos alunos do 9º ano para apresentar aos jovens as consequências do sexo sem segurança e as formas de se prevenir para evitar o contágio por Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), incluindo a AIDS e as hepatites virais, e para que se mantenham longe de atitudes consideradas de risco.

    Saúde do Escolar, Psicologia do Escolar e Atendimento Educacional Especializado:
    equipe de educação especial se organiza para promover atividades de atenção voltadas a alunos com deficiência ou necessidades especiais de aprendizagem, a fim de colaborar ao seu desenvolvimento global.

    Semana de arte: os alunos do ensino fundamental II, a exemplo de todos os estudantes da rede, passam a desenvolver trabalhos de expressão cultural e artísticas baseados em temas sugeridos anualmente pela Secretaria Municipal de Educação para exposição especial aberta à população.

    Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp):
    apesar de não obrigatório às escolas municipais, Vinhedo adere Saresp com a finalidade de obter mais uma base de informações consistentes e comparativas sobre a situação da escolaridade básica na rede pública de ensino municipal, já que a prova permite identificar o nível de aprendizagem dos alunos de cada escola nos anos e nas habilidades avaliadas, bem como acompanhar a evolução da qualidade da educação ao longo dos anos. É aplicado aos 3º, 5º, 7 e 9º anos.

    Vinhedo Desenvolvendo Ações de Saúde (VIDAS):
    envolve todos os estudantes matriculados em nossas escolas e oferece acompanhamento médico, odontológico, nutricional e atendimento oftalmológico de forma gratuita.

    Educação de Jovens e Adultos (EJA)

    Educanvisa: promovido por meio da parceria com a Anvisa e em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, leva aos alunos ações e estratégias para educação em saúde para transformá-los em agentes multiplicadores do conhecimento, a fim de que disseminem aos seus pais e à comunidade conceitos básicos de saúde e os riscos relacionados ao consumo de medicamento e de alimentos industrializados.

    LIBRAS: a Secretaria Municipal de Educação passou a oferecer de forma ampliada, para todos os seus funcionários a capacitação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) por meio da equipe de educação especial. A capacitação, que é destinada especialmente aos servidores municipais interessados, habilita seus participantes à compreensão e à utilização deste tipo de língua, comumente utilizada por pessoas com deficiência auditiva e considerada a oficial da comunidade de surdos no Brasil.

    Município Verde-Azul:
    alunos passam a participar de atividades de educação ambiental dentro das dez premissas do programa.

    Semana de arte: os alunos da EJA, a exemplo de todos os estudantes da rede, desenvolvem trabalhos de expressão cultural e artísticas baseados em temas sugeridos anualmente pela Secretaria Municipal de Educação para exposição especial aberta à população, com edição anual.

    Palestras sobre sexualidade: são destinadas especialmente aos alunos do 9º ano para apresentar aos jovens as consequências do sexo sem segurança e as formas de se prevenir para evitar o contágio por Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), incluindo a Aids e as hepatites virais, para que se mantenham longe de atitudes consideradas de risco.

    Mundo do trabalho:
    é oferecido por meio de parceria com o governo estadual e voltado à educação ao mercado de trabalho. Apresenta conteúdos adequados ao cotidiano e às necessidades da vida adulta e aborda o tema trabalho de forma abrangente e dentro das diferentes disciplinas da grade curricular regular. É ministrado gradualmente para os alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental II, com duração total de dois anos.

    Programa Sun: o ensino do inglês passou a fazer parte também da grade curricular dos alunos da EJA, do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Anteriormente alunos só teriam contato com o segundo idioma no 6º ano do ensino fundamental II.

    Vinhedo Desenvolvendo Ações de Saúde (VIDAS): envolve todos os estudantes e oferece acompanhamento médico, odontológico, nutricional e atendimento oftalmológico de forma gratuita. Já era oferecido.

    Saúde do Escolar, Psicologia do Escolar e Atendimento Educacional Especializado:
    a equipe de educação especial se organiza para promover atividades de atenção voltadas a alunos com deficiência ou necessidades especiais de aprendizagem, a fim de colaborar ao seu desenvolvimento global.

    Fanfarra

    Portaria nº 431/2017 Dispõe sobre a nomeação de Comissão Especial para a realização dos trabalhos do chamamento público, objetivando selecionar empresas ou pessoas interessadas em patrocinar o “Projeto Fanfarra” da Secretaria M. de Educação.