Prefeitura de Vinhedo

  • Lei Orçamentária Anual

    deixe aqui suas sugestões
  • CDHU

    Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São paulo (CDHU) é uma empresa do Governo Estadual, vinculada à Secretaria da Habitação. Tem por finalidade executar programas habitacionais em todo o território do Estado, voltados para o atendimento exclusivo da população de baixa renda, atendendo famílias com renda na faixa de um a dez salários mínimos.

    Além de produzir moradias, a CDHU também intervém no desenvolvimento urbano das cidades, de acordo com as diretrizes da Secretaria da Habitação. Clique aqui e saiba mais quais são os requisitos à participação.

    Em dezembro de 2013, em Vinhedo, 93 famílias foram beneficiadas com unidades habitacionais da CDHU. Foram 35 unidades sorteadas à faixa salarial de um a dois salários mínimos, 21 na faixa salarial de dois a três salários mínimos e 21 pessoas foram sorteadas na faixa salarial acima de três salários mínimos.

    Em relação às quotas, conforme estabelece a CDHU no edital do sorteio, foram contemplados cinco idosos. Quatro unidades foram direcionadas aos policiais militares, conforme classificação por tempo de lotação no município e sete unidades foram direcionadas, por meio de sorteio, aos deficientes.

    Para participar do sorteio as famílias não podiam ser proprietárias de imóvel residencial, possuir financiamento imobiliário em qualquer parte do território nacional ou ter sido atendido anteriormente por programas habitacionais.

    Um dos critérios (o que garantiu a participação no sorteio às pessoas que residem há mais tempo em Vinhedo) foi o critério de tempo mínimo de residência de três para dez anos. Todo processo de organização do sorteio – como o agendamento, a inscrição, a análise e checagem da documentação apresentada pelos contemplados – esteve sob total responsabilidade do governo estadual, por meio da CDHU.

    Os 93 apartamentos da CDHU foram construídos em uma área de 8.438m² doada pela Prefeitura para viabilizar a obra das moradias populares. Foram construídas seis torres de apartamentos. Cada unidade habitacional tem dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro, distribuídos em 44,73m² de área construída. O conjunto habitacional é composto, ainda, por área de lazer e centro social. Abaixo você pode consultar a lista das famílias sorteadas, com seus suplentes; e contemplados:

    Listagem geral do sorteio

    Listagem do sorteio dos deficientes

    Listagem dos beneficiários

    A Prefeitura também disponibiliza aqui os comunicados chamando às inscrições para estas moradias populares, bastando clicar em cima do assunto de interesse nos links: público geralidosos e reserva das unidades para policiais civis ou militares, agentes de segurança penitenciária e agentes de escolta e vigilância penitenciária.

    Em 2016 foi divulgada a Lei nº 3.702/2016, que acrescenta dispositivo na Lei Municipal nº 3.110/2008, que autoriza a alienação de imóvel que especifica, por doação, à Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) e dá outras providências.