Prefeitura de Vinhedo

Nascentes

Vinhedo conta com seis nascentes modelos localizadas nas microbacias São Bento Capela (2), Cachoeira/Pinheirinho (3) e Juazeiro Cruzeiro (1), todas abertas à visitação pública.

Para conhecê-las entre em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo nos telefones (19) 3886-5841 ou 3836-3389, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas; ou pelo e-mail secretaria.semaurb@vinhedo.sp.gov.br.

image

O que é uma nascente?

É o afloramento de lençol freático quando esse dá origem a uma fonte de água de acúmulo (represa) ou a cursos d’água (regatos, ribeirões e rios). Dado seu valor dentro de uma propriedade agrícola, deve ser tratada com cuidado todo especial.

A nascente ideal é descrita como aquela que fornece água de boa qualidade, de forma abundante e contínua; e que esteja localizada próxima do local de uso e de cota topográfica elevada, possibilitando sua distribuição por gravidade, sem gasto de energia. Junto a essas características, além da quantidade de água produzida pela nascente, é desejável que tenha boa distribuição no tempo, com variação da vazão situando-se dentro de um mínimo adequado ao longo do ano.

Nascente: microbacia água do BuracãoNascente: microbacia água do Buracão

A bacia não deve funcionar como um recipiente impermeável, escoando em curto espaço de tempo toda a água recebida durante uma precipitação pluvial; mas deve absorver boa parte dessa água através do solo, armazená-la em seu lençol subterrâneo e cedê-la, aos poucos, aos cursos d’água através das nascentes (inclusive mantendo a vazão, sobretudo durante os períodos de seca).

Isso é fundamental tanto para o uso econômico e social da água – bebedouros, irrigação e abastecimento público – como para a manutenção do regime hídrico do corpo d’água principal, garantindo a disponibilidade de água no período do ano em que mais se precisa dela.

Quais são as diferentes entre nascente, curso d’água e represa?

Embora distintos entre si apresentam pontos básicos comuns, incluindo o controle da erosão do solo, por meio de estruturas físicas e barreiras vegetais de contenção; minimizam a contaminação química e biológica e têm ações mitigadoras de perdas de água, que se dão pela evaporação e consumo pelas plantas.

Como cuidar de uma nascente?

Além da contaminação com produtos químicos, a poluição da água pode ser resultante de toda e qualquer ação que acarrete no aumento de partículas minerais no solo, da matéria orgânica e dos coliformes totais. Tudo isso pode comprometer a saúde da nascente e, consequentemente, dos usuários.

A adequada conservação de uma nascente envolve hidrologia, conservação do solo e reflorestamento.

Pensando na importância das nascentes a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo estabeleceu um cronograma para recuperação das mesmas e que pode ser consultado abaixo:

tabela