14 de Janeiro de 2014

Mutirão de limpeza percorre esta semana 12 bairros e condomínios de Vinhedo

Locais estão sendo visitados para eliminar possíveis criadouros da dengue, com retirada de materiais não utilizáveis aos finais de semana

Erick Leite/PMV

Na primeira semana, mutirão de limpeza percorreu a rergião dos bairro São Thomé, São Matheus e Três Irmãos

Doze bairros e condomínios recebem esta semana a visita dos agentes de saúde durante o mutirão de limpeza. A ação preventiva junto à população, desenvolvida pela Prefeitura, por meio das Secretarias de Saúde e Serviços, tem objetivo de combater a dengue, com busca ativa de casos suspeitos, identificação de criadouros e remoção de materiais não utilizáveis que acumulam água e favorecem a proliferação do mosquito transmissor da doença.

Durante a semana, até sexta-feira, os agentes de saúde percorrem residências e estabelecimentos comerciais para orientarem os moradores a deixarem nas calçadas as sextas-feiras a noite, o material para ser recolhido por caminhões nos finais de semana (sábado e domingo), como garrafas, latas, vasos sanitários, pneus, vasos e pratos de plantas, potes de plásticos, lonas, tambores, materiais elétricos e móveis antigos.

O mutirão de limpeza percorre esta semana os bairros e condomínios São Joaquim, Buracão, Grape Village, Terras de São Francisco, Renascer, São Miguel, região da Nova Vinhedo, Aquários, Jardim Emília, Casa Verde, Jardim Brasil e Jardim Itália.

Na próxima semana recebem a visita dos agentes de saúde outros 12 bairros e condomínios: Jardim Primavera, Residencial Flora, Vila Galo, Vila Cascais, Planalto, Centro, Jardim Nova Canudos, Jardim Europa, Residencial Canjaranas, Chácaras do Lago, Caixa D´Água e Residencial Santa Fé.

Balanço da primeira semana
A Prefeitura alterou o cronograma dom mutirão após o desenvolvimento da ação na primeira semana. Os moradores dos bairros da região dos bairros Três Irmãos, São Matheus, São Thomé, Bosque das Araras, El Paradiso, Vista Alegre, Santa Claudina, Vila Milanês, Vila Santana receberam a visita dos agentes de saúde na semana passada. Foram visitadas 1.295 locais, em que moradores e comerciantes receberam orientações. Ao todo foram recolhidos 8 caminhões de materiais não utilizáveis. O material recolhido foi encaminhado à Central de Coleta Seletiva, na Vila Cascais.

Ações preventivas
A temperatura alta e a água acumulada são dois fatores que contribuem para a procriação da larva do mosquito transmissor da doença, por isso, durante os meses de janeiro e fevereiro, onde ocorrem as chuvas de verão, os moradores dos bairros de toda a cidade serão avisados sobre o mutirão de limpeza, atividade que passará por todos os bairros de Vinhedo.

Para a secretária de Saúde, Nadia Capovilla, o mutirão de limpeza irá se unir às demais ações preventivas desenvolvidas durante todo o ano pela Prefeitura no combate à doença. “Este ano está sendo aguardado em todo território nacional aumento no registro de casos de dengue, uma vez que pesquisadores identificaram um novo tipo de vírus da dengue. Esta descoberta impõe mais um desafio para o desenvolvimento de ações que surtam efeitos positivo de prevenção e controle”, explicou a secretária.
Vinhedo encerrou 2013 com 67 casos confirmados de dengue, sendo 44 autóctones. Este ano não foi confirmado nenhum caso da doença.

Por isso, o prefeito Milton Serafim pede a colaboração da população no mutirão de limpeza. “A prevenção da dengue depende de toda a população, por isso é importante envolver a família e os vizinhos nas ações. O mutirão de limpeza vem se somar às demais atividades que a Prefeitura vem realizando nos últimos anos para evitar a proliferação do mosquito da dengue. Hoje, a dengue é um dos principais desafios da saúde pública em todo país”, destacou o prefeito Milton Serafim.

A Prefeitura tem intensificado nos últimos anos as visitas residenciais e em estabelecimentos comerciais com o objetivo de orientar a população sobre a importância de se prevenir a dengue.

A visita dos agentes de campo nas residências de Vinhedo ocorre pelo menos duas vezes ao ano, com entrega de folhetos informativos. Já as operações de bloqueio de foco são desencadeadas a partir da notificação de suspeita ou confirmação de um caso de dengue. São visitados todos os domicílios localizados no raio de 500 metros da propriedade do indivíduo suspeito, além da reforçar as informações junto à população.

A Secretaria de Saúde também intensifica o trabalho em pontos estratégicos da cidade com visitas a cada 15 dias em locais em que há grande quantidade de água acumulada e possíveis criadouros, como cemitérios, borracharias e ferros-velhos. Também são feitas visitas em imóveis considerados especiais, como empresas, hospitais e alguns prédios públicos.

Prevenir a dengue já virou questão de cidadania. As pessoas têm que pensar na dengue dentro de suas casas. São hábitos diários, ações simples, que fazem uma grande diferença, como limpar calhas e piscinas, guardar garrafas de cabeça para baixo, limpar a cada seis meses a caixa d´água que deve ficar vedada, cobrir pneus e dispor corretamente o lixo jogando-o em lugares apropriados. A responsabilidade da dengue está em cada um de nós”, ressaltou a secretária de Saúde, Nadia Capovilla.

Em 2013 mais de 38 mil visitas residenciais foram realizadas, número acima da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde que é de 80% em relação a quantidade de domicílios existentes na cidade. O número representa que no ano cerca de duas visitas foram realizadas em cada residência do município.
A população pode denunciar a presença ou mesmo a suspeita de criadouros de larvas do mosquito transmissor da dengue no Departamento de Vigilância em Saúde 3886-5333.

Cuidados necessários
Para preservar a saúde da população, elimine da sua casa ou do seu trabalho a água acumulada em calhas, ralos, pratos de vasos de plantas ou pneus; mantenha a caixa d´água bem fechada. Essas atitudes simples podem impedir a proliferação do mosquito da dengue, o Aedes Aegypti.

Como suspeitar de dengue
Se tiver febre associada a dois ou mais sintomas como dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo, manchas vermelhas pelo corpo, pode ser dengue. Neste caso, procure imediatamente o serviço de saúde, beba grande quantidade de água e outros líquidos para se hidratar. Se você tiver dor na barriga, vômitos de repetição, sangramento, irritabilidade ou sonolência, a partir do terceiro dia, pode ser sinal de piora da doença.
A dengue é uma doença grave e pode matar. No serviço de saúde o paciente receberá atendimento médico, tratamento adequado e acompanhamento. 

Bairros
Divulgação da atividade à população
Mutirão de Limpeza, com recolhimento do material
 
São Joaquim, Colinas San Diego (Buracão), Grape Village, Terras de São Francisco, Renascer, São Miguel, Região da Nova Vinhedo, Aquários, Jardim Emília, Casa Verde, Jardim Brasil e Jardim Irália
13 a 17 de janeiro
Dias 18 e 19 de janeiro
Jardim Primavera, Residencial Flora, Vila Galo, Vila Cascais, Vila Planalto, Centro, Jardim Nova Canudos, Jardim Europa, Residencial Canjaranas, Chácaras do Lago, Residencial Santa Fé e Chácaras do Lago
20 a 24 de janeiro
Dias 25 e 26 de janeiro
Morada do Sol, Morada da Lua, Observatório, Jardim Melle, Jardim Florência, Vila Mirian, Vila Pompéia, Vila João XXIII, Vila Fátima, Vila Lorenzon, Jardim Panorama, Jardim das Palmeiras, Reserva da Mata, Bosque de Grevílea, Recanto dos Paturis, Vilagio di Verona
27 a 31 de janeiro
1 e 2 de fevereiro
Altos do Morumbi, Vida Nova I, Jardim Eldorado, Jardim das Nogueiras, São José, Vila Garcês, Vida Nova II, Santo Antônio, Jardim Nova Palmares
3 a 7 de fevereiro
8 e 9 de fevereiro
Capela, Von Zuben, São Carlos, Bela Vista I e II, Jardim das Paineiras, Vida Nova III, Recanto Florido, Vila Hípica I e II e Santa Cândida
 
10 a 14 de fevereiro
15 e 16 de fevereiro

Compartilhe:
Share |
» noticias relacionadas com Governo
Primeira   |   Anterior   |   1 2 3 4 5 6 7 8 9 10   |   Próxima   |   Última

principal | mapa do site | Contato

© Prefeitura de Vinhedo

Rua Humberto Pescarini, 330 | Centro | Vinhedo - SP - CEP: 13280-000 | Telefone: 3826-7800