Prefeitura de Vinhedo

Febre amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa grave causada por um  vírus e transmitida por vetores, tal como o mosquito Haemagogus na área rural e o Aedes aegypti (o mesmo da dengue) na área urbana.

As primeiras manifestações da doença são repentinas e duram cerca de três dias, com febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos. Apesar de ser rara, a forma crônica da doença costuma aparecer após um breve período de bem-estar –aproximadamente dois dias – e pode causar insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

Macacos: tão vítimas quanto os seres humanos

Os macacos não são os causadores da febre amarela, como muitas pessoas pensam. Na realidade, são tão vítimas da doença quanto nós, seres humanos.

Os vetores – que carregam o vírus e o transmite – são os mosquitos com hábitos estritamente silvestres, que vivem nas matas. No ciclo silvestre da febre amarela, inclusive, os macacos são apenas os hospedeiros do vírus, morrendo da doença. Durante essa fase do ciclo, o ser humano pode se tornar um hospedeiro acidental, quando ele entra em áreas de mata e é picado pelo mosquito que carrega o vírus.

Já no ciclo urbano – quando a febre amarela passa a acometer as pessoas – o homem se torna o único hospedeiro. Nesse ciclo uma pessoa contaminada é picada pelo mosquito Aedes aegypti, que pode picar outras pessoas e assim por diante.

Quando verificar uma espécie de macaco morta, informe sobre a necessidade de recolha do animal ao Grupo de Ações Preventivas Ambientais (GAPA). A equipe integra a Guarda Civil Municipal e pode ser acionada nos telefones de plantão, que são os números 153, (19) 3826-7660 e 3826-7699.

Internamente o GAPA segue as diretrizes operacionais cabíveis à situação, acionando as demais equipes que sejam necessárias.

Vacinação

A vacinação contra a febre amarela, em Vinhedo, ocorre nas UBS Planalto, Von Zuben, Vila João XXIII, Três Irmãos e Casa Verde, além de ter atendimento na Policlínica e Centro Médico Drº Manoel Matheus Neto. O horário de atendimento é das 9 às 16 horas, de segunda a sexta-feira.

O munícipe precisa apresentar a carteirinha de vacinação e o Cartão Cidadão de Vinhedo. Seguindo a orientação do Estado, desde 22 de janeiro de 2018, a Prefeitura também passou a exigir comprovante de endereço para aplicar a vacina da febre amarela.

Ministério da Saúde adotou a dose única da vacina em todo o país. Com a medida, crianças e adultos que já tomaram uma dose não precisam se vacinar mais contra a febre amarela ao longo da vida. A medida já era adotada pela OMS, desde 2014.

A vacina é segura e garante proteção ao longo da vida, segundo o Ministério da Saúde. Contudo, a vacina não é recomendada aos seguintes quadros:

– gestante;
– crianças menores de nove meses;
– mulheres amamentando crianças menores de 6 meses;
– idosos (devem tomar a vacina apenas com prescrição médica após avaliação das condições de saúde);
– imunossupressoras (quimioterapia, radioterapia, corticoides em doses elevadas);
– transplantados e pacientes com doença oncológica em quimioterapia;
– pessoas com reação alérgica grave ao ovo.

Mais informações sobre essa vacina podem ser obtidas junto ao setor de vigilância epidemiológica:

Endereço: Avenida João Páffaro, nº 556, Pinheirinho
Telefones: (19) 3826-7486
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30
E-mail: vigilanciaepidemiologica@vinhedo.sp.gov.br