Prefeitura de Vinhedo

  • CONCURSO PÚBLICO PARA 158 VAGAS:

    CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE
  • Habitação

    + notícias

    Vinhedo firma parceria com Estado para abertura de linha de crédito para mutuários da CDHU

    Verba pode ser usada na compra de material e pagamento de mão de obra. Interessados devem procurar o Banco do Povo de Vinhedo, localizado no Centro






    Para beneficiar os mutuários da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano – para reforma ou adequação de suas moradias, Vinhedo aderiu nesta terça-feira, dia 12, ao programa habitacional Casa Paulista Microcrédito/Banco do Povo Paulista, desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio das Secretarias Estaduais Emprego e Relações do Trabalho e Habitação.
    O documento que firma a parceria foi assinado pelo vice-prefeito, Jaime Cruz, que no ato representou o prefeito de Vinhedo, Milton Serafim. “Esta é mais uma parceria firmada pela administração do prefeito Milton Serafim para proporcionar mais comodidade e qualidade de vida aos moradores de Vinhedo, já que poderão ser feitos reparos nos imóveis, como troca de pisos, além de ampliações e adequações de acordo com as necessidades de cada mutuário”, disse o vice-prefeito Jaime Cruz, também secretário municipal de Educação. O evento ocorreu na unidade do SEST SENAT, em Campinas, e contou com a presença do secretário estadual de Gestão Pública, Davi Zaia; do secretário estadual de Emprego e Relações do Trabalho, Carlos Ortiz; do secretário Estadual de Habitação, Silvio Torres; do secretário de Indústria, Comércio e Agricultura de Vinhedo, Milton Pinhata; do diretor executivo do Banco do Povo Paulista, Antonio Teixeira Mendonça, além do chefe de gabinete da Secretaria de Indústria, Comércio e Agricultura, Amadio Cremonesi Neto e da agente do Banco do Povo de Vinhedo, Sonia Pedreira.
    Em Vinhedo existem três conjuntos habitacionais da CDHU, que totalizam 534 unidades: 192 apartamentos do conjunto Sebastião Roque dos Reis (localizado no Jardim Bela Vista); 192 apartamentos do conjunto Mario Covas (Vila Junqueira) e 150 casas do conjunto Vinhedo A (Jardim Bela Vista).
    O programa é destinado aos mutuários adimplentes da CDHU, inclusive aqueles que já quitaram o imóvel (neste caso, é necessário que o imóvel esteja em nome do requisitante), com o oferecimento de empréstimos financeiros. A verba pode ser usada para a compra de material de construção, inclusive mão de obra, em até 50% do valor do material.
    O programa de microcrédito oferece empréstimos que variam entre R$ 200 e R$ 7,5 mil, que podem ser divididos em até 36 parcelas. A taxa de juros é de 0,5% ao mês – a menor entre as instituições financeiras do país.
    “Trata-se de uma ajuda importante para melhorar a condição do imóvel dos moradores da CDHU”, afirma o secretário de Estado do Emprego, Carlos Ortiz.
    Entre os requisitos para participar do programa, é preciso ser mutuário da CDHU, residir no imóvel objeto do financiamento, estar adimplente com a Companhia, ter renda familiar de até cinco salários mínimos, não possuir restrições cadastrais e apresentar fiador (pessoa física sem restrições cadastrais, pode ser parente de primeiro grau, desde que não resida no mesmo endereço do tomador). O requerente deve apresentar RG, CPF, comprovante de residência e cópia do pagamento.
    Para realizar o empréstimo através do programa, os interessados devem procurar o Banco do Povo de Vinhedo, localizado na Rua Monteiro de Barros, 101, Centro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 15h. Em menos de uma semana o crédito, uma vez aprovado, é liberado.