Prefeitura de Vinhedo

  • CONCURSO PÚBLICO PARA 158 VAGAS:

    CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE
  • Meio ambiente e urbanismo

    + notícias

    Prefeitura utiliza aplicativo para realizar censo animal na cidade

    A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, utilizará um aplicativo digital para censo e identificação de cães e gatos, tanto os de estimação, quanto os que estão em situação de rua. O CrowdPet usa a câmera do celular para realizar o cadastro e pode ser uma alternativa frente aos sistemas usados, como a microchipagem, geralmente cara e invasiva.

    “O CrowdPet é uma técnica moderna e inovadora que nós estamos trazendo para a cidade. Nesse primeiro momento será oferecido para os agentes municipais, que já estão realizando o cadastro, e para os veterinários interessados. Nossa intenção é registrar todos os animais de Vinhedo e em breve disponibilizar o aplicativo para toda a população”, destacou o prefeito Jaime Cruz.

    O sistema armazena dados de saúde de cães e gatos e podem ser acessado por veterinários e profissionais dos centros de zoonoses. Além de realizar o censo de animais, pode ser uma alternativa a mais para encontrar animais abandonados, já que no sistema há os dados do proprietário.

    Até o final do ano a Prefeitura realizará 800 castrações gratuitas no município, a intenção é utilizar o mesmo cadastro para realizar o censo. Os profissionais do Departamento de Bem-Estar Animal estão visitando conjuntos habitacionais para inscrever os bichinhos que precisem passar pela castração e consequentemente registrar no CrowdPet.

     “A ideia é que todos os animais da cidade sejam registrados”, afirma o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Juliano Ferragutti.

    O CrowdPet foi desenvolvido em Campinas em uma empresa filha da Unicamp, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – Fapesp. A proposta da empresa é lançar o aplicativo para a população nas lojas virtuais de apps nos próximos meses. Em Vinhedo, nesta primeira fase, apenas agentes da Semaurb e do Centro de Zoonoses têm acesso ao app.

    App Identif Animal (4)