Prefeitura de Vinhedo

  • Meio ambiente e urbanismo

    + notícias

    Prefeitura estuda implantação de projeto pioneiro relacionado à causa animal

    Nesta quinta-feira, 5, o prefeito Jaime Cruz promoveu uma reunião para discutir um projeto pioneiro relacionado à causa animal. A ação, que tem apoio da Administração Municipal, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, já começou a ser desenvolvida na cidade, incialmente pela região da Vila João XXIII, e posteriormente poderá ser levada a outros bairros. O trabalho consiste em uma ampla abordagem, casa a casa, para registrar, examinar e vacinar gratuitamente cães e gatos.

    “Nós estamos atentos à esta causa. Temos desenvolvido constantes ações em prol do bem-estar animal. Neste mês realizamos aproximadamente 500 castrações gratuitas com objetivo de combater o abandono e beneficiar famílias que não podem pagar e deveremos chegar a 800 procedimentos somente em 2019. Agora, levantamos esta pauta novamente para que os nossos serviços melhorem cada vez mais”, destacou o prefeito Jaime Cruz.

    No encontro que tratou do assunto, além do prefeito Jaime Cruz, estiveram presentes o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Juliano Ferraguti; a vereadora Flávia Bittar; a chefe de Gabinete do Meio Ambiente, Alessandra Fontanesi; a presidente do Conselho de Bem-Estar Animal, Larissa Mendes Rossini; o desenvolvedor do aplicativo CrowdPet, Fábio Piva; a gerente de programas veterinários da World Animal Protection, Rosangela Ribeiro Gebara; a consultora da ONG e veterinária, Loren D’Aprile; a estagiária Karina Rie Ishida; e a zootecnista e estudante de veterinária, Mariane Marton.

    Por ser uma cidade que se destaca na implementação de projetos em prol do bem-estar animal, Vinhedo foi escolhida pela World Animal Protection para iniciar o projeto-piloto, com visita de uma equipe veterinária nas residências do bairro, levando orientação em guarda responsável, exame clínico veterinário e vacinação de cães e gatos, além do importante registro e identificação dos animais, através do uso de um aplicativo chamado CrowdPet.

    Esta abordagem permite que os veterinários examinem cada situação e as famílias, de forma individualizada, estabelecendo, assim, uma relação de confiança entre a comunidade e os idealizadores do projeto, ONG e setor público, fazendo com que as ações de vacinação e controle populacional tenham maior aderência e sucesso.

    Para fotos em alta resolução, clique aqui

    Em todo o mês de novembro, foram visitadas 151 casas da Vila João XXIII. Esta primeira fase da ação ainda está em andamento.

    “Agradecemos a cidade de Vinhedo por ter aberto as portas para implantarmos o primeiro projeto piloto de manejo humanitário de populações de cães e gatos com visitas casa a casa da região.  Esta é maneira mais efetiva e sustentável de manter a população animal controlada e saudável, de diminuir o abandono e os maus tratos, trazendo assim segurança, bem-estar e saúde a todos os membros da comunidade”, afirmou a gerente de programas veterinários da World Animal Protection – Brasil, Rosangela Ribeiro Gebara.

    Em agosto, por conta das recentes ações desenvolvidas pela Prefeitura e também os trabalhos que estão dentro do planejamento da Administração Municipal, Vinhedo ficou entre as 10 melhores colocadas da América Latina na 1ª edição do prêmio ‘Cidade Amiga dos Animais – Melhores práticas no manejo humanitário de cães e gatos’, promovido pela World Animal Protection Brasil.

    20191205_102007