Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Rede Social Whatsapp
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
17
17 SET 2021
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Prefeitura destina mais de R$ 2,9 milhões no ano às entidades Arca e Afeto
PROCESSANDO ÁUDIO
Organizações sociais mantém parceria com o município para atendimento de crianças e adolescentes

A Prefeitura de Vinhedo destina até dezembro o valor de R$ 2.972.856,65 às entidades Arca e Afeto, por meio de serviço especializado para atendimento de crianças entre 6 e 15 anos em situação de vulnerabilidade social no Programa Convivência e Fortalecimento de Vínculos e no Serviço de Acolhimento Institucional para crianças e adolescentes de 0 a 18 anos. 

As organizações sociais receberam a visita do prefeito Dario Pacheco na última quinta-feira (16) que esteve acompanhado por integrantes da Secretaria de Assistência e Promoção Social, além dos vereadores Val Souza, Paulinho Palmeira e Pastor Léo Fernandes e membros das diretorias das entidades. 

“Um trabalho quase invisível, mas muito importante que o município contrata destas entidades com foco na criança e no adolescente e harmonia para as famílias vinhedenses. A questão social é uma das prioridades em nosso governo, ainda mais quando falamos de crianças que são o futuro de Vinhedo”, destacou. 

As crianças são encaminhadas através do CREAS e CRAS para essas entidades e suas famílias continuam sendo assistidas pelo órgão em um trabalho conjunto. As entidades oferecem uma série de atividades, tais como: inglês, informática, artesanato, atividades físicas, recreação, esportes, dança, artes, horta, artes marciais, culinária, reciclagem, entre outras, além de café da manhã e lanche da tarde. 

Podem ser atendidas até 350 crianças, sendo 70 crianças na Afeto (R$ 453.963,45) e mais 280 na Arca (R$ 2.518.893,20) entre as unidades Centro, Vila João XXIII, Capela e Nova Vinhedo.

 

ARCA 

A ARCA – Associação de Responsabilidade Cristã e Assistencial – é uma ONG sem fins lucrativos criada no ano de 2007 que atua em dois projetos:  “Turma da Arca” e “Casa de Acolhimento ARCA”. 

O projeto Turma da Arca tem como objetivo contribuir para prevenir e/ou atuar sobre situação de vulnerabilidade e/ou risco pessoal e social das crianças de 06 a 12 anos, ofertando espaço de convívio e desenvolvimento de habilidades, bem como ações direcionadas ao fortalecimento da relação familiar. 

O projeto Casa de Acolhimento Arca visa ofertar acolhimento provisório e garantir proteção integral às crianças e adolescentes de 0 a 18 anos afastadas do convívio familiar. É um trabalho específico de proteção e prevenção, as ações desenvolvidas vão desde a superação da violação de direitos, até o restabelecimento, fortalecimento e estimulação dos vínculos familiares e/ou sociais, trabalhando para que estas crianças e adolescentes tornem-se protagonistas de sua própria história. Saiba mais em: http://www.ibaviva.com.br/arca/ 

AFETO 

A AFETO - Associação Filantrópica de Esperança para Todos faz um trabalho no campo da proteção social básica, com a finalidade de prevenir situações de risco, por meio do desenvolvimento de potencialidades, bem como do fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários e vem se transformando em um forte pilar na proteção e desenvolvimento de crianças com diferentes níveis de vulnerabilidade e a sua interação com a sociedade.  Fundada em 14 de julho de 2003 atende 70 crianças de 6 a 12 anos, 35 por período. 

 

A entidade busca oferecer o que as crianças normalmente não teriam acesso e tirá-las da situação de risco. Mas a Afeto quer ir além. O seu papel é totalmente diferente da escola, por ter um número reduzido de crianças e uma equipe multidisciplinar. Após identificar a situação de vulnerabilidade, pensa em ações para prevenir ou extinguir riscos, evitar rupturas que possam levar a institucionalização, assegurar a satisfação das necessidades físicas, cognitivas, emocionais e sociais das crianças, além de reforçar as competências pessoais dos responsáveis, oferecer recursos para desenvolver valores e, assim, fortalecer vínculos familiares, que apoiem as famílias no papel de cuidador e protetor. O serviço é complementar ao PAIF e PAEFI com o intuito de contribuir para autonomia das famílias. Saiba mais em: http://www.afetovinhedo.org.br/ 

Autor: Ana Cândida Briski
Seta
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia