Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Agenda
Rede Social Whatsapp
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
10
10 SET 2021
PROCON
Procon Vinhedo alerta consumidor para evitar corrida a postos de combustíveis
enviar para um amigo
receba notícias
Comportamento pode impactar diretamente para a falta do produto e preço abusivo; denúncias devem ser feitas ao Procon
O Procon de Vinhedo divulgou uma nota informando que é preciso evitar corrida aos postos de combustíveis para abastecer os veículos porque não há, neste momento, risco iminente de desabastecimento. O Procon indicou que, em decorrência da paralisação dos motoristas desta quarta e quinta-feira, houve um movimento acima do normal nos postos de combustíveis, comportamento pode impactar diretamente para a falta do produto. “O carregamento de caminhões na refinaria de Paulínia está normalizado, ou seja, não há, em tese, risco de desabastecimento”, informou o Procon.

O órgão alertou ainda que o valor dos combustíveis nos postos é composto pelo preço das refinarias, dos tributos federais, estadual, do custo de distribuição e de revenda. “Além disto, a Petrobras segue o valor do petróleo no mercado internacional, ou seja, a variação cambial e a desvalorização do real tem impacto direto nos valores cobrados”, informou o Procon Vinhedo na nota.

Mas, segundo o órgão, mesmo que a alíquota permaneça a mesma, a cobrança é feita com base na estimativa de preço médio pago pelos consumidores. “Assim, o aumento da procura e a diminuição da oferta  pode refletir diretamente no bolso do consumidor, pelo aumento da média. Embora estejamos passando por um momento de polarização, é importante darmos nossa contribuição para evitar sermos ainda mais onerados. Evitar a corrida desenfreada aos postos, é uma medida efetiva nesse sentido”, alertou.

O Procon Vinhedo orientou ainda os motoristas sobre a necessidade de solicitar a nota fiscal para, se for o caso, denunciar preços abusivos para que o órgão possa realizar a análise da justificativa do aumento, que confirmando que é abusivo, resultará em sanções cabíveis.

Dúvidas podem ser tiradas e denúncias realizadas através do e-mail [email protected], telefones: 3826-3008, 3876-5502 e 3826-7569, ou presencialmente, das 9h às 16h, na Rua Humberto Pescarini, 301.
 
Autor: Silvana Guaiume
Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia