Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Agenda
Rede Social Whatsapp
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
31
31 AGO 2022
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Vinhedo fecha mês de julho com crescimento na geração de empregos
enviar para um amigo
receba notícias
Cidade tem 42.334 vagas com carteira assinada e se destaca como uma das maiores empregadoras do País, com 52% da população empregada
Vinhedo fecha o mês de julho com crescimento na geração de empregos formais e saldo positivo de 223 novas vagas criadas, alta de 15,6% em relação ao mesmo mês de 2020. A cidade tem 42.334 trabalhadores com carteira assinada em julho deste ano e continua se destacando como um dos município de maior empregabilidade da região e do País, com 52% de sua população empregada. De julho de 2020 a julho de 2022, foram gerados 5.728 novos postos de trabalho.
 
Os dados são do Ministério do Trabalho e Previdência. Vinhedo mantém saldo positivo de emprego nos últimos dois anos. Em 12 meses, a alta de empregos é de 5,1% e no acumulado do ano é de 3,6%. Até julho deste ano, Vinhedo criou 1.480 empregos formais. Em 12 meses, foram 2.056 novas vagas de trabalho com carteira assinada.
 
Com estoque de 42.334 empregos, a cidade é uma das maiores empregadoras do Brasil e do Estado de São Paulo, à frente de municípios grandes, sedes de regiões metropolitanas, como Campinas, Jundiaí, Ribeirão Preto e São José dos Campos.
 
A maior parte dos empregos formais de Vinhedo está no setor de indústria, com 45,3% da mão de obra empregada, 19.177 postos de trabalho. Em seguida vem a o setor de serviços, que emprega 14.594 pessoas, 34,5% dos postos de trabalho formais. O Comércio tem 7.548 trabalhadores, 17,8% dos empregos. A construção civil emprega 932 pessoas na cidade (2,2%) e a agropecuária, 83 pessoas (0,2%).
 
Vinhedo
 
De janeiro a julho foram criados 1.480 postos de trabalho em Vinhedo, crescimento de 3,6% em relação a dezembro de 2021. Em 31 de julho, Vinhedo somava 42.334 empregos com registro em carteira. A relação na cidade é de 519 empregos formais por mil habitantes, 52 % da população empregada.

Estado de São Paulo
 
De janeiro a julho, o Estado de São Paulo criou 454.605 postos de trabalho, crescimento de 3,6% em relação a dezembro de 2021. Em 31 de julho, o Estado tinha 13.103.999 empregos formais, 281 por cada mil habitantes, 28,1% da população empregada.
 
Brasil
 
De janeiro a julho, foram criadas 1.560.896 novas vagas no Brasil, crescimento de 1,89% em relação a dezembro de 2021. Em 31 de julho, o País tinha 42.269.059 empregos formais, 198 pessoas empregadas com carteira assinada a cada mil habitantes, 19,8% da população empregada.

 
Autor: Silvana Guaiume
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia