Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Agenda
Rede Social Whatsapp
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
30
30 MAR 2022
MEIO AMBIENTE
Prefeitura desmente boatos sobre soterramento de nascente
enviar para um amigo
receba notícias
Obra de urgência que está sendo feita no local é de desassoreamento com gabião de pedra e foi solicitada pela Defesa Civil
A Prefeitura de Vinhedo esclarece que não está, de nenhuma forma, aterrando a nascente localizada na Rua Anésio Marciano. O fluxo de água permanece preservado, justamente uma das finalidades das obras emergenciais que estão sendo realizadas na área.  A Prefeitura esclarece ainda que a nascente nesse local é intermitente, apresenta fluxo de água apenas nos períodos de chuvas, e, por isso, não caracteriza área de preservação permanente, segundo o Código Florestal Brasileiro.
 
As secretarias municipais de Planejamento Ambiental, Desenvolvimento Urbano e Departamento de Defesa Civil esclarecem que a informação de aterramento de nascente é inverídica. “As obras têm, justamente, o objetivo de conter o deslizamento de terra no local e evitar o soterramento da nascente. É possível ver, inclusive, que a água continua correndo seu curso normalmente mesmo com as obras.  A obra tem caráter emergencial e foi solicitada pela Defesa Civil de Vinhedo após as fortes chuvas do mês de janeiro e fevereiro”, explicou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Fabiano Fiori.
 
De acordo com a Secretaria de Planejamento Ambiental, com o assoreamento do local houve deslizamento de terra e queda de tubos, prejudicando o asfalto, drenagem e, consequentemente, a nascente intermitente, já que não caracteriza área de preservação incidente.
 
“Será feita a construção de um muro de pedras, gabião, no local, sem concretagem, para que a nascente aflore normalmente. O município possui outorga do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) e, por ser obra de caráter emergencial, não requer licenciamento", destacou Fiori.
 
Moradores ingressaram na Justiça solicitando a paralisação da obra, mas a Prefeitura já recorreu ao Tribunal de Justiça para reverter a decisão, apresentando toda a documentação necessária.  “A obra visa preservar a nascente com a construção de um gabião. Se essas obras não forem feitas, aí que a nascente corre o risco de ser extinta, pois o local está com muita erosão”, reforçou o secretário.
 
Veja na galeria imagens da nascente assoreada pelas chuvas e da nascente fluindo normalmente após as obras de recuperação emergencial no local
 
Galerias de Fotos Vinculadas
30/03/2022
Nascente do Vista Alegre assoreada pelas chuvas e desassoreada após obras emergenciais
Veja na galeria imagens da nascente assoreada pelas chuvas e da nascente fluindo normalmente após as obras de recuperação emergencial no local
 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia