Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Whatsapp
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
06
06 JUL 2022
SANEAMENTO
Batimetria começa a ser realizada na Represa 1 para obra de desassoreamento
enviar para um amigo
receba notícias
Empresa especializada em avaliação de profundidades e solo aquático é contratada pela Sanebavi; serviço será feito em três represas de Vinhedo
Estudos de batimetria tiveram início nesta semana na Represa 1, com as medições na principal reserva de água bruta da cidade, para a realização do desassoreamento do local.  A Sanebavi contratou, por licitação, uma empresa especializada em geotecnia para fazer as análises necessárias e fundamentar o projeto de recuperação e ampliação do reservatório.  A previsão é de que o relatório seja concluído em 60 dias, quando terá início a licitação para o desassoreamento da Represa 1.
 
“Produzir mais água em Vinhedo é urgente e é nossa meta. Desde o início da nossa administração estamos empenhados em realizar obras e projetos para que possamos ampliar a disponibilidade hídrica. Muitas ações já foram e estão sendo executadas, como esse estudo, fundamental para o desassoreamento seguro da nossa maior represa, sem colocar em risco a oferta de água disponível no local. Um desassoreamento sem planejamento pode condenar a represa”, afirmou o prefeito Dario Pacheco.
 
Dr. Dario explicou que essas obras não estavam contempladas no orçamento do ano passado, aprovado em 2020. “Antes de assumir o governo já tínhamos a produção de água de qualidade como prioridade e estamos trabalhando nisso desde o início. Acabamos de adquirir a Represa 4, na divisa com Itupeva, depois de 43 anos que Vinhedo não criava nenhuma nova represa. Um grande manancial de água que ficará disponível para uso dos moradores”, afirmou.
 
O prefeito comentou que dois novos reservatórios serão construídos em Vinhedo para ampliar a segurança hídrica. Ele citou ainda a revitalização dos poços profundos da cidade, com a recuperação e utilização de poços que estavam desativados, o programa de redução de perda de água tratada, a criação da Tarifa Social pela primeira vez no município, o Programa Caixa d’Água para Todos e o estudo de macrodrenagem com a indicação dos melhores locais para novas represas, que está em andamento.
 
Batimetria e sondagem
 
Os levantamentos subaquáticos de batimetria e sondagem incluem medição de profundidade da massa de água, topografia planialtimétrica e avaliação do solo da área inundada. São fundamentais para o planejamento dos trabalhos de desassoreamento. Os estudos também serão realizados na captação Bom Jardim e represa do Condomínio São Joaquim.
 
Atualmente, as represas apresentam um expressivo volume de areia, lodo e detritos depositados pelas enxurradas ao longo do tempo. Esse material inerte compromete a quantidade e qualidade de água bruta disponível na Represa 1, utilizada pela Estação de Tratamento de Água (ETA), com reflexos principalmente em períodos de estiagem, quando é necessário utilizar reservas devido às baixas vazões dos mananciais de abastecimento.
 
Segundo o superintendente da Sanebavi, Jaderson Spina, a análise técnica e aprofundada será utilizada como ferramenta de suporte para a correta retirada dos sedimentos do fundo dos lagos. “Os dados permitirão identificar a quantificação do volume presente em cada represa, o volume máximo, a configuração do fundo e a capacidade hídrica em volume de reservação. Também será feita a investigação dos solos subaquáticos para saber os índices de resistência à penetração e as profundidades adequadas para o desassoreamento”, afirmou o superintendente.
 
Com a sondagem, a Sanebavi vai definir a ampliação da reservação, com o aprofundamento parcial da base das represas, gerando os chamados “volumes mortos”, que serão importantes em períodos prolongados ou muito severos de estiagem. Também será realizado o levantamento topográfico planialtimétrico cadastral de faixa, com largura de 50 metros no contorno das represas.
 
Relatório
 
O relatório subsidiará a elaboração do projeto de desassoreamento, para quantificar e ampliar a reservação de água bruta, inclusive a elevação dos barramentos e dos extravasores.
 
“Estamos dando mais um passo importante em busca de melhorias nas condições hídricas da cidade. Junto com a administração municipal, estamos trabalhando em projetos para a ampliação da oferta de água à população, diminuindo os impactos em épocas de escassez”, afirmou o superintendente.
 
Autor: Sanebavi
Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.2.7 - 04/10/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia