Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Transparência
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Whatsapp
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
27
27 OUT 2023
SAÚDE
Vinhedo recebe Prêmio Luiza Matida pela segunda vez por eliminação da transmissão vertical do HIV
enviar para um amigo
receba notícias
Cerimônia de premiação ocorreu nesta quarta-feira (25) em São Paulo

A Secretaria de Saúde de Vinhedo, recebeu, nesta quarta-feira (25), o prêmio Luiza Matida pela eliminação da transmissão vertical do HIV. Esta é a segunda vez que o município recebe este mesmo prêmio, a primeira sendo em 2022, por conta do sucesso das ações de combate.

A premiação ocorreu em São Paulo e contou com a presença de representantes das equipes da Vigilância Epidemiológica, Atenção Básica e Programa Municipal DST/ Aids de Vinhedo: Karen Ducret, Roberta Torres, Juliana Molina, Maria de Fátima Sousa e Maria Aparecida Reis.

A transmissão vertical (da mãe para o seu filho) é a principal via de infecção pelo HIV na população infantil. A maioria dos casos de transmissão vertical do HIV também pode ocorrer na gestação, durante o trabalho de parto e amamentação.

Entre algumas das ações realizadas pelo município para combater a transmissão vertical de HIV, Vinhedo disponibiliza testes rápidos para o diagnóstico do HIV e para triagem de Sífilis e Hepatites Virais B e C em todas as UBSs da cidade e no CTA (sem agendamento prévio).

O teste de HIV e Sífilis são realizados durante o pré-natal e livre demanda para os demais grupos. O objetivo é diagnóstico precoce e início do tratamento em menos de 15 dias, tempo oportuno para evitar que a doença evolua e também tornar a carga viral indetectável.

“O Ministério da Saúde trabalha junto aos Estados e municípios para que 95% dos casos sejam detectados. Destes, 95% recebem tratamento e destes, 95% têm carga viral indetectável. O tema deste ano é ‘Menos discriminação, mais respeito ‘. Tome uma atitude: troque preconceito por respeito” comenta Karen Ducret, coordenadora do Programa Municipal de DST Aids.

 

Prêmio Luiza Matida

Realizado pelo Programa Estadual DST/Aids-SP, a premiação homenageia Luiza Harunari Matida, médica pediatra e sanitarista que faleceu em 2014, pelo seu trabalho no Centro de Referência e Treinamento do Programa de DST/AIDS-SP da Secretaria de Estado da Saúde e implantação de políticas públicas com o objetivo de eliminar a transmissão vertical de HIV e Sífilis.

Autor: Vinícius Zaia
Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia