Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Rede Social Whatsapp
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
03
03 MAI 2021
SEGURANÇA PÚBLICA
Defesa Civil de Vinhedo dá início à Operação Estiagem 2021
Ação ocorre entre os dias 1º de maio e 30 de setembro para prevenção de incêndios e ocorrências relacionadas à baixa umidade

O Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil (Simpdec) de Vinhedo realiza a Operação Estiagem 2021 entre os dias 1º de maio e 30 de setembro deste ano, juntamente com a Operação Corta Fogo do governo estadual, para a prevenção de incêndios e outras ocorrências relacionadas à baixa umidade do ar. O Plano Preventivo de Proteção e Defesa Civil da Operação Estiagem 2021 tem como base técnica o mapeamento das áreas de riscos.

No período da estiagem são consideradas de risco as áreas verdes do município e terrenos urbanos com vegetação, que terão prioridade de observação; monitoramento e enfrentamento de eventuais adversidades. Os boletins epidemiológicos da Secretaria de Saúde também também serão utilizados para a tomada de decisões pela Rede de Alerta de Desastres do Simpdec.

O Comitê Municipal de Gestão de Riscos e Gerenciamento de Desastres e Sistema Integrado de Informações e Monitoramento de Desastres de Vinhedo atuarão como Gabinete de Gestão de Crises, para organizar ações necessárias no combate e redução de danos em eventuais ocorrências.

O comitê é composto por diferentes secretarias municipais para execução de ações coordenadas. Integram o grupo as secretarias de Transportes e Defesa Social, de Governo, Negócios Jurídicos, Obras, Serviços, Assistência Social, Educação, Meio Ambiente e Urbanismo, Saúde, Fazenda e a Sanebavi. O Corpo de Bombeiros também integra o grupo, respeitadas as suas funções legais.

O Plano Preventivo é baseado em quatro pilares: compreender, fortalecer a gestão e investir na redução do risco de desastres para a resiliência, e aumentar os preparativos para casos de desastre, com o objetivo de dar uma resposta eficaz de recuperação, reabilitação e reconstrução necessárias.

As ações preventivas incluem monitorar imóveis interditados nos últimos quatro anos, áreas públicas, patrimônios públicos e privados, áreas de proteção ambiental, cultural e históricas sujeitas a fogo, áreas de proteção ambiental, reservas naturais, fragmentos de mata e florestas e lotes urbanos com cobertura vegetal.

A Central de Inteligência, Monitoramento e Comunicação (Cicom) da Guarda Civil Municipal vai auxiliar com gerenciamento de logísticas de operação e comunicação necessários à execução da Operação Estiagem. Os telefones da Guarda Civil Municipal e Cicom para notificar emergências ou obter informações são 3826-7699 e 153.

A Secretaria Municipal de Serviços e a autarquia de saneamento Sanebavi contribuem com logística de pessoal e equipamentos e também água de reuso (não potável) para o combate aos focos de incêndio. Recém-aprovado, o Programa NUPDEC pretende atrair a comunidade para a gestão participativa e o enfrentamento das queimadas durante a Operação Estiagem 2021.

A Secretaria de Saúde vai desenvolver ações preventivas nas unidades básicas de saúde sobre as doenças respiratórias e doenças de inverno, coordenando-as conjuntamente com diretrizes e ações da pandemia da Covid-19. A Secretaria de Educação e a de Meio Ambiente e Urbanismo vão realizar campanhas de prevenção a incêndios e pela preservação da água junto aos moradores e estudantes.

O objetivo da Operação Estiagem é prevenir desastres naturais ou provocador pelo homem, prevenir ou minimizar danos, socorrer e assistir populações atingidas, reabilitar e recuperar áreas deterioradas. As ações levam em conta o Decreto Municipal 279 de 20 de novembro de 2017, que institui o Comitê da Cidade Resiliente.

O período de estiagem na região ocorre nas estações outono e inverno, quando há sensível diminuição das chuvas, da umidade relativa do ar e das temperaturas, que afetam os sistemas imunológico e respiratório, reduzem a oferta de água nos rios e lençóis freáticos, potencializam riscos de queimadas e incêndios em áreas de vegetação.


Dicas para enfrentar a estiagem

Hidrate-se!

Use soro fisiológico nos olhos e narinas

Alimente-se bem, priorizando frutas e verduras que contenham vitamina C

Evite objetos que acumulam poeira, como tapetes, cortinas, pelúcias

Evite fazer exercícios físicos quando o ar estiver muito seco

Economize água e energia elétrica

Não faça queimada para limpeza de terreno ou destruição de lixo. Faça sempre o descarte no lugar indicado pela prefeitura da sua cidade

Não jogue cigarros ou fósforos acesos às margens de ruas e rodovias

Não solte balões. A prática pode provocar acidentes aéreos, incêndios e é crime ambiental


 

Autor: Silvana Guaiume
VINCULADOS À PÁGINA:
Transportes e Defesa Social
Seta
Versão do Sistema: 3.0.0 - 03/05/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia