Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Rede Social Whatsapp
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
03
03 MAI 2022
SAÚDE
Prefeitura de Vinhedo e 60 estudantes de medicina realizam nova ação de combate à dengue
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
Atividade, nesta quinta-feira (5), promove busca ativa de criadouros do mosquito aedes aegypti e orientação às famílias da Vila João XXIII
A Prefeitura de Vinhedo e a Faculdade de São Leopoldo Mandic promovem, nesta quinta-feira (5), mais uma ação de combate à dengue na região, dessa vez na Vila João XXIII, onde está concentrada a maior parte dos registros da doença este ano na cidade. A atividade vai contar com agentes de saúde da Vigilância Epidemiológica e 60 estudantes de medicina da universidade, que vão realizar busca ativa de criadouros do mosquito aedes aegypti e orientação às famílias.
 
Vinhedo tem 77 casos confirmados até esta segunda-feira (2), quase o triplo do número de registros de todo o ano passado, de 27 doentes confirmados. Em 2020, foram 28 casos no ano todo. A parceria com a Leopoldo Mandic busca ampliar o trabalho de orientação aos moradores sobre a importância de eliminar criadouros do mosquito transmissor da dengue, e de outras arboviroses, dentro de casa.
 
A primeira ação com os alunos de medicina aconteceu no dia 28, no bairro Nova Vinhedo, onde também foi confirmado caso de dengue, e contou com a participação do prefeito Dario Pacheco. “União de forças que tem como objetivo cuidar da saúde pública. Agradeço aos estudantes voluntários que estão contribuindo muito para orientar os vinhedenses sobre a importância de adotarem medidas necessárias para proteger suas famílias e vizinhos da dengue”, disse dr. Dario.
 
Alunos e agentes visitam as casas e fazem vistorias nas áreas externas dos imóveis para orientar os moradores sobre como eliminar criadouros. Os estudantes e agentes municipais de saúde estão de jaleco e identificados.

Nas visitas, os moradores são orientados a colocar na calçada materiais que não usam mais, como móveis quebrados e outros entulhos, para serem recolhidos pela Secretaria de Serviços Públicos, que fará uma ação especial de cata-bagulho no bairro no sábado (7).
 
Segundo o secretário de Saúde, Milton Ribolli, outras ações estão acontecendo na cidade para prevenir a dengue e cuidar dos moradores. Ele disse que a Secretaria está planejando um sábado para realizar uma força-tarefa nos bairros com maior índice de casos positivos, trabalho que será realizado em conjunto com a Vigilância Epidemiológica e a Secretaria de Serviços Públicos. Na semana que vem terá início um trabalho educativo nas escolas, ministrado pelos agentes de saúde. A intenção é realizar esse trabalho também na rede particular de ensino.
 
Ribolli lembrou que a participação da população na eliminação de criadouros  é fundamental para combater a doença.  O gerente de Zoonoses, Tulio Delaqua, explicou que três agentes de saúde estão mobilizados na Unidade Básica de Saúde da Vila João XXIII, trabalhando fixo no local, para desenvolver ações contra dengue no bairro, inclusive a visita às casas dos moradores.
 
Autor: Silvana Guaiume
Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia