Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Whatsapp
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
08
08 AGO 2022
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Vinhedo registra 15,8% de aumento na geração de empregos
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
Foram criadas na cidade 5.737 novas vagas de trabalho formais na cidade entre junho de 2020 e junho de 2022
Vinhedo registra 15,8% de aumento na geração de empregos em junho deste ano em relação a junho de 2020, segundo dados do Ministério do Trabalho e Previdência. Foram 5.737 novas vagas de emprego criadas nesse período, puxadas principalmente pelo setor das indústrias, mantendo o saldo positivo. Vinhedo é uma das cidades que mais empregam no Brasil, com 51,7% de sua população empregada, 517 trabalhadores com registro em carteira de trabalho por cada 1 mil habitantes.
 
Até junho deste ano, o município criou 1.251 empregos formais e contabilizou 42.105 pessoas trabalhando com carteira assinada. A cidade é uma das maiores empregadoras do Brasil e do Estado de São Paulo, à frente de municípios grandes, sedes de regiões metropolitanas, como Campinas, Jundiaí, Ribeirão Preto e São José dos Campos.

A taxa média de empregabilidade dos municípios da Região Metropolitana de Campinas (RMC) até junho deste ano é de 30,3% da população empregada. No Estado de São Paulo, a taxa é de 27,9% e no Brasil, 19,7%. Na RMC, Vinhedo ocupa a terceira posição de empregabilidade, atrás de Jaguariúna (59,3% da população empregada) e Holambra (75,4%).
 
A maior parte dos empregos formais de Vinhedo está no setor de indústria, com 45,4% da mão de obra empregada, 19.003 postos de trabalho. Em seguida vem a o setor de serviços, que emprega 14.438 pessoas (34,5% dos postos de trabalho formais). O Comércio tem 7.470 trabalhadores, 17,8% dos empregos. A construção civil emprega 863 pessoas na cidade (2%) e a agropecuária, 78 pessoas (0,2%).
 
Vinhedo
 
De janeiro a junho foram criados 1.251 postos de trabalho em Vinhedo, crescimento de 3% em relação a dezembro de 2021. Em 30 de junho, Vinhedo somava 42.105 empregos com registro em carteira. A relação na cidade é de 517 empregos formais por mil habitantes, 51,7 % da população empregada.

RMC

De janeiro a junho foram criados 33.240 postos de trabalho na RMC, crescimento de 3,4% em relação a dezembro de 2021. Em 30 de junho, os municípios da região somavam 1.016.815 empregos com registro em carteira. A relação na RMC é de 303 empregos formais por mil habitantes, 3,% da população empregada.

Estado de São Paulo
 
De janeiro a junho, o Estado de São Paulo criou 385.464 postos de trabalho, crescimento de 3% em relação a dezembro de 2021. Em 30 de junho, o Estado tinha 13.022.083 empregos formais, 279 por cada mil habitantes, 27,9% da população empregada.
 
Brasil
 
De janeiro a junho, foram criadas 1.334.795 novas vagas no Brasil, crescimento de 1,89% em relação a dezembro de 2021. Em 30 de junho, o País tinha 42.013.150 empregos formais, 197 pessoas empregadas com carteira assinada a cada mil habitantes, 19,7% da população empregada.
 
 
Autor: Silvana Guaiume
Seta
Versão do Sistema: 3.2.7 - 04/10/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia