Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Transparência
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Whatsapp
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
08
08 NOV 2023
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Vinhedo possui 55,9% da população empregada com carteira assinada
enviar para um amigo
receba notícias
Nos nove primeiros meses do ano, cidade abriu 589 vagas de trabalho
Vinhedo manteve em setembro os altos índices de empregabilidade, fechando o mês como a terceira cidade da Região Metropolitana de Campinas (RMC) que possui, proporcionalmente, mais trabalhadores com carteira assinada. De janeiro a setembro deste ano, foram criadas 589 novas vagas, uma evolução de 1,40% no período.
 
Até o último dia 30 de setembro, a cidade registrou 42.789 empregos formais, o equivalente a 559 empregos formais para cada mil habitantes, um dos maiores índices de empregabilidade do país, acima da média regional (330 para cada mil habitantes),  média estadual que foi de 304 empregos para cada mil habitantes e do Brasil (217 empregos para cada mil habitantes). 

A maior parte dos empregos formais no município é proporcionada pelas indústrias locais, com 45,83%, responsável por 19.612 postos de trabalho. 

Somente no mês de setembro, Vinhedo abriu 180 novos postos de trabalho formais com carteira assinada, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho na última semana. 

O destaque foi o setor serviços, com 94 novas vagas de emprego, seguido do comércio, que abriu 61 postos de trabalho, indústria com 38 vagas, o setor de construção fechou 12 vagas de trabalho e agropecuária fechou um posto de trabalho.
Autor: Ana Cândida Briski
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia