Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Transparência
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Whatsapp
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
11
11 SET 2023
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Peça de humor caipira é atração para grupos da terceira idade
Foto Noticia Principal Grande
Fotos | Divulgação | Crédito: Rafael Morales
enviar para um amigo
receba notícias
Cidade foi uma das contempladas com a apresentação gratuita ‘Circo-Teatro: eu fui!’, inspirada no humor de grandes mestres como: Casquinha, Barnabé e Mazzaropi
Integrantes do Grupo Bem Viver e do programa Quero Vida recebem na quarta-feira (13), às 13h30, o projeto itinerante "Circo-Teatro: eu fui!", que chega a Vinhedo para uma única apresentação gratuita, destinada a cerca de 250 idosos atendidos nos projetos sociais.

A cidade foi uma das 26 contempladas com as apresentações do espetáculo - viabilizado pelo ProAC ICMS, produzido pela Chico Pepeu Produções Artísticas com patrocínio das empresas Martinrea Honsel, Villagres e Woodbridge e o apoio das prefeituras participantes - que ilustra de forma bem-humorada o universo caipira. 

O espetáculo narra a história de um pai ciumento, o Tonico, que precisa conviver com o desabrochar da juventude de sua filha, a Rosinha, que está de namorico com o Nénzinho. Machista ao extremo, o pai busca controlar todos os passos da filha, mas percebe que está sendo passado para trás.  

Baseado na comédia ‘Seu Pinto Não Morreu’, a atração traz todas as características de uma boa comédia circense, como: cenas de esconderijo, enganação bem frente aos olhos, pessoa se passando por santo, piadinhas de duplo sentido e muitas peripécias ao sabor dos palhaços caipiras de antigamente: Casquinha, Barnabé e Mazzaropi.

Além de fazer a plateia cair na gargalhada, o espetáculo também tem um aspecto lúdico. “Esse projeto busca trabalhar com a memória. Ao mesmo tempo em que fará os públicos adulto e da melhor idade relembrarem as comédias que assistiam nos cirquinhos, ele proporcionará que os mais novos construam uma nova lembrança, que é a de assistir a um espetáculo circense ao lado de seus pais, tios ou avós. Ao final, todos terão boas recordações para contar”, destaca o ator e diretor Chico Pepeu.
Autor: Ana Cândida Briski
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia