Ir para o conteúdo

Prefeitura de Vinhedo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Vinhedo
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Rede Social Whatsapp
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
07
07 JUN 2022
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Conselho de Vinhedo promove ação no Dia de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
Evento busca sensibilizar a sociedade sobre diversas formas de proteção com o tema "Prevenir para não violar”
O Conselho do Idoso de Vinhedo promove no dia 15 de junho, Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, evento para sensibilizar a sociedade sobre o tema "Prevenir para não violar" e fortalecer as mais diversas formas de proteção a essa população. O encontro é voltado à Rede de Proteção Social, organizações e instituições envolvidas com o atendimento ao idoso, com início às 8h30, no auditório da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Rua Osvaldo Cruz, 299).
 
O objetivo do evento é criar um protocolo integrado do idoso para a elaboração de política municipal. No cerimonial de abertura haverá apresentação teatral do Grupo Bem Viver, das oficinas culturais da Secretaria Municipal de Cultura, com o espetáculo "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá". O encontro terá debates, distribuição de material de divulgação e de orientação sobre o tema da campanha deste ano “Prevenir para não violar”.
 
A data de 15 de junho foi declarada Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa em 2006 para reafirmar, com realização de campanhas por todo o mundo, o combate à violência contra essa população. O principal objetivo do dia é criar uma consciência mundial, social e política, da existência da violência contra a pessoa idosa.
 
Segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), dos 210 milhões brasileiros, 37,7 milhões são pessoas idosas, têm 60 anos ou mais. Dessa população, conforme a pesquisa, 18,5% ainda trabalha e 75% contribui para a renda de onde mora.
 
Os direitos dos idosos estão garantidos na Constituição Federal, que, em seu Artigo 230, define que família, sociedade e Estado têm o dever de amparar as pessoas idosas, assegurando sua participação na  comunidade, defendendo sua dignidade, promovendo seu bem-estar e garantindo o direito à vida.
 
Outro instrumento para garantia dos direitos dessa população é o Estatuto do Idoso. Criado em 2003, ele assegura, de forma permanente, direitos fundamentais, medidas de proteção, política de atendimento, acesso à Justiça e proteção judicial.
 
Mesmo com todas essas garantias, idosos ainda são vítimas de diversos tipos de violência, entre elas física, psicológica e financeira. Ao longo de 2020, a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos registrou quase 88 mil casos de violência contra pessoas idosas, o que representa uma média de 240 casos por dia, sem levar em conta os crimes que não são registrados ou denunciados.
 
Autor: Silvana Guaiume
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia